EXAMES E SERVIÇOS

Os equipamentos utilizados para a realização dos exames contam com alta tecnologia e uma equipe de multiprofissionais amplamente qualificados.

Esta estrutura permite que realizemos mais de 1.000 tipos de exames relacionados.

 

Buscar exames

Mnemônico + -
Descrição + -

Utilidade


Existem dois diferentes distúrbios do metabolismo da cistina que apresentam manifestações renais. Ambos são herdados, sendo um o defeito no transporte tubular renal de aminoácidos (cistinúria) e o outro um erro inato no metabolismo (cistinose). Um forte odor de enxofre pode estar presente na urina nos distúrbios do metabolismo da cistina. A cistinúria é marcada por elevada quantidade do aminoácido cistina na urina. A presença do aumento da cistina urinária não se deve a um aumento no metabolismo da cistina, mas sim à incapacidade dos túbulos renais para reabsorver a cistina filtrada pelo glomérulo. A demonstração de que não só a cistina, mas também a lisina, arginina e orinitina não são reabsorvidas exclui a possibilidade de erro no metabolismo, ainda que seja uma condição herdada. A cistinose é considerado como um verdadeiro EIM, que pode ocorrer em três variações, que vão de uma enfermidade mortal desenvolvida na infância até uma forma benigna que aparece na vida adulta. A doença tem duas categorias gerais, denominadas nefropática e não nefropática. Na cistinose nefropática há progressão para insuficiência renal total. Transplante renal e uso de medicações que reduzem a concentração da cistina para evitar o acúmulo de cistina em outros tecidos prolongam a vida. Cistinose não nefropática é relativamente benigna, mas pode causar algumas doenças oculares. O diagnóstico laboratorial inclui a análise do sedimento urinário na primeira urina da manhã, pesquisa dos cristais hexagonais de cistina e cromatografia de aminoácidos.


Material


Urina 24 horas


Instruções


- Ao levantar pela manhã, deverá desprezar toda a urina contida na bexiga e anotar o horário. A partir desse momento, toda vez que urinar, durante o dia e também à noite, deve-se recolher integralmente a urina de cada micção, colocando-a no mesmo frasco de coleta. Este deve ser bem fechado e guardado em refrigerador, entre as micções.
- Na manhã seguinte, deve-se coletar toda a urina contida na bexiga e encerrar a coleta no horário correspondente ao horário que desprezou a 1° micção da véspera.
-Durante as 24 horas de coleta, a ingestão de líquidos deve ser a habitual.


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


Além de sua indicação no diagnostico de insulinoma, a dosagem de insulina pode ser utilizada para estudo de outras causas de hipoglicemia. Diversas formas de resistência a insulina, por diferentes mecanismos, vem sendo descritas. A causa mais conhecida e a que acompanha a obesidade, que apresenta níveis de insulina elevados, com resposta exagerada após a sobrecarga glicídica. Nesses casos, ocorre elevação da insulinemia, frente a níveis normais ou elevados da glicemia.


Material


Soro


Instruções


- Jejum obrigatório de 8 a 10 horas ou conforme orientação médica.
- Em caso de crianças, seguir orientação medica.
- O teste é realizado somente pela manhã (início até às 10h).
- O paciente deve manter a sua dieta habitual ou conforme orientação médica nos 3 dias que antecedem ao teste.
- Durante o exame, e necessário que o paciente permaneça sentado e não fume.

- Obrigatório presença de acompanhante para realização do exame.


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


Em adultos saudáveis, o citomegalovírus (CMV) normalmente é assintomático ou pode determinar quadro clínico auto-limitado semelhante à mononucleose infecciosa. O Citomegalovírus (CMV) é considerado a maior causa de infecção congênita, podendo ainda causar quadros graves em imunodeprimidos. Cerca de 85% da população adulta é soropositiva.
A IgM pode surgir até duas semanas após o início do quadro clínico. Assim, caso a amostra seja colhida precocemente, deve- se repeti-la após 15 dias, para afastar-se infecção pelo CMV na presença de quadro clínico suspeito. Geralmente permanecem detectáveis por 3 meses. Entretanto, por métodos imunoenzimáticos podem ser encontrados títulos baixos por ate 12 meses, não devendo, pois, ser avaliado como um indicador absoluto de infecção recente. Falso- positivos também podem ocorrer em infecções pelo EBV e herpes virus.
Por não ultrapassar a barreira placentária, seu achado no recém- nascido pode indicar infecção congênita.


Material


Soro


Instruções


Jejum não obrigatório.


Utilidade


A interpretação dos esfregaços baseia-se em aspectos morfológicos previamente conhecidos. Podendo também ajudar no diagnóstico de patologias benignas. Alguns aspectos morfológicos de graduação das lesões dependem (ate certo ponto) de interpretação subjetiva.
Principais aplicações clinicas: O exame visa diagnosticar patologias benignas, bem como lesões pré-malignas ou malignas.


Material


Líquidos Cavitários ou Urina (Isolada ou 24 Horas)


Instruções


- Urina 24 horas:
Coletar toda urina no período de 24 horas.
Conservar na geladeira até a entrega no laboratório.

- Urina recente:
Coletar em um frasco fornecido pelo laboratório, aproximadamente 40 mL de urina após 4 horas de retenção.
Não é necessário que seja a primeira urina da manhã.

- Líquidos Cavitários:
Não coletamos por se tratar de um procedimento médico. Trazer o liquido para a análise no frasco em que o médico entregar juntamente com o pedido médico.


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


Em adultos saudáveis, o citomegalovírus (CMV) normalmente é assintomático ou pode determinar quadro clinico auto-limitado semelhante à mononucleose infecciosa. O Citomegalovirus (CMV) é considerado a maior causa de infecção congênita, podendo ainda causar quadros graves em imunodeprimidos. Cerca de 85% da população adulta é soropositiva.
Anti-CMV IgG pode indicar infecção passada ou recente. Recoleta na convalescença (após 15 dias) pode evidenciar viragem sorológica ou aumento de 4 vezes ou mais na convalescênça, em relação ao soro colhido na fase aguda.


Material


Soro


Instruções


Jejum não obrigatório.


Utilidade


A ciclosporina ( Sandimmun ou Sigmasporim) é utilizada como
imunossupressor especialmente em transplantados. A monitorização dos seus níveis sanguíneos é imperativa, tendo em vista sua
farmacocinética complexa. É um polipeptideo cíclico, derivado de um fungo, o Tolycapocladium inflatum. Atinge pico de concentração entre 2 e 6 horas após dose oral, com meia vida de 8 a 24 h, sendo o tempo necessário para atingir níveis estáveis entre 2 e 6 dias. Sua complicação mais séria é a toxicidade renal, que se inicia quando níveis da droga estão acima de 400 ng/mL. A creatinina começa a se elevar 3 a 7 dias após aumento da ciclosporina plasmática e cai 2 a 14 dias após sua redução.
Drogas que aumentam nível da ciclosporina: corticóides, cimetidina, ranitidina, danazol, diltiazem, testosterona, anfotericina B, eritromicina, nicarpidina, cetoconazol, anticoncepcionais, furosemida, amiodarona, warfarin, metoclopramida, etanol.
Drogas que diminuem nível da ciclosporina: fenobarbital,
carbamazepina, acido valproico, fenitoina, primidona, rifampicina,
isoniaizda, sulfametoxazol, trimetoprim.


Material


Soro


Instruções


- Jejum não obrigatório.
- Informar no momento do cadastro se está tomando medicamentos de nome Sandimun , Sigmasporim ou outros medicamentos que contenha Ciclosporina em sua fórmula. Informar qual a dosagem diária
total e em qual horário tomou o último comprimido.
- Colher antes da próxima dose do medicamento ou conforme orientação médica.


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


A determinação de chumbo no sangue é considerada como o melhor indicador e o mais aceito para avaliação biológica das exposições ao metal. Como o chumbo se liga aos eritrócitos, dosagens em soro e plasma são úteis. Níveis elevados de chumbo causam danos nos sistemas cardiovascular, nervoso, reprodutivo, hematológico e renal. Exposição ocupacional ocorre nas indústrias de petróleo, baterias, tintas, cerâmicas, tubulações, cabos, explosivos e quando da utilização de soldas e estruturas que contêm o chumbo como liga. É absorvido pelas vias respiratórias, digestiva e cutânea. A eliminação ocorre preponderantemente pela via renal (cerca de 70%) e fecal (cerca de 10% ), enquanto as secreções e a incorporação aos pêlos respondem por frações minoritárias. Apresenta efeito acumulativo no organismo e deposita-se nos ossos com uma meia vida de cerca de 20 anos.


Material


Sangue Total (Heparina Trace)


Instruções


- Jejum não obrigatório.
- O horário e dieta para coleta não são críticos desde que o trabalhador esteja em trabalho continuo nas ultimas 4 semanas, sem afastamento maior que 4 dias.
- Informar no momento do cadastro se o esta em uso de agentes quelantes e se é exposto ocupacionalmente.


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


O grau de maturação do epitélio escamoso do trato genital feminino e hormônio dependente. Portanto, a variação no grau de maturação destas células, serve com índice para avaliar a situação endócrina da mulher. Na tentativa de reproduzir numericamente a avaliação hormonal dos esfregaços, aplica-se (quando solicitado) o "índice de Frost", que expressa a relação percentual entre as células profundas, intermediarias e superficiais.
Principais aplicações clinicas: O exame visa avaliar alterações do ciclo menstrual; estudar ciclos anovulatórios ou ovulatórios, Acompanhar tratamentos hormonais.


Material


Lâmina


Instruções


- A paciente não deve fazer higiene local antes da coleta por pelo menos 12 horas.
- Evitar duchas e lavagens vaginais; cremes e talcos vaginais (caso esteja em uso fazer ducha vaginal e aguardar 48 horas para realizar a coleta); relações sexuais (24 horas antes da coleta), coleta em período menstrual, estar em uso de medicação hormonal (se não for possível, indicar qual tipo de hormônio e tempo de uso).
. Colher a primeira lâmina da primeira fase (até o 8 dia do ciclo menstrual).
. A segunda coleta deverá ser feita em torno do período ovulatório (13, 14 e 15 dia do ciclo menstrual).
. A terceira lâmina a partir do 18 dia do ciclo menstrual.
. A última lâmina em torno do 26-28 dia do ciclo.


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


As infecções pela Chlamydia trachomatis são atualmente reconhecidas como uma das principais causas de doenças sexualmente transmissíveis (DST) em todo o mundo, com a ocorrência de aproximadamente 89,1 milhões de casos anualmente.
Sabe-se que a C. trachomatis é causadora de cervicite, doença inflamatória pélvica (DIP), conjuntivite infantil, pneumonia infantil, uretrite, epididimite e proctite. A C. trachomatis é também a causa mais frequente de uretrite não-gonocócica (UNG) em homens (aproximadamente 24 a 55% dos casos). Entre as mulheres, as consequências das infecções clamídias são graves quando não tratadas, sendo essa infecção urogenital a causa mais frequente de infertilidade de origem tubária. Visto que, aproximadamente metade dessas infecções é assintomática, muitos casos não são detectados e tratados, conduzindo a problemas adicionais, particularmente com mulheres grávidas. Os bebés nascidos de mães infectadas têm um alto risco de desenvolver conjuntivite de inclusão e pneumonia.
A recorrência das infecções é comum, especialmente nos indivíduos que se infectam antes dos 20 anos, e a imunidade desenvolvida é parcialmente protetora, considerando-se 15 ou mais sorotipos da C. trachomatis. Episódios sucessivos de infecção aumentam o risco de desenvolver sequelas e a chance de se contrair a infecção pelo HIV.





Material


Kit Genomas - Escovado/Secreções ou Urina ou Sêmen


Instruções


- Abstinência sexual de 24 horas.
- Não fazer uso de óvulos e cremes vaginais.
- Não realizar duchas ou lavagem interna.
- Não realizar ultrassom transvaginal.
- Pode ser realizado em:
Escovado genitais
Secreções genitais
Urina (Minimo 5ml)
Secreção ocular
Sêmen (Minimo 2mL)

- O exame deve ser agendado com no minimo dois dias de antecedência.


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


A Chlamydia Pneumoniae é agente causador de faringite, bronquite,
sinusite e pneumonia. Cerca de 25% a 60% da população adulta apresenta
sorologia positiva, tendo a sorologia valor limitado na identificação
de quadros agudos.
Em 1988, após epidemia de pneumonia por C.pneumoniae, demonstrou-se
relação entre esta infecção e o aumento subsequente de casos de
infarto agudo do miocárdio e morte por doenças cardiovasculares. A
partir destes dados epidemiológicos, estudos posteriores
correlacionaram a rotura da placa aterosclerótica com a presença desta
bactéria.


Material


Soro


Instruções


Jejum não obrigatório.


DOWNLOAD PDF
 

Material


Secreções


Instruções


- Evitar duchas e lavagens vaginais, cremes e talcos vaginais (caso esteja em uso fazer ducha vaginal e aguardar 48 horas para realizar a coleta), evitar relações sexuais 24 horas antes da coleta, não colher em período menstrual.
- Homens evitar relações sexuais 24 horas antes da coleta.


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


O chumbo é um contaminante ambiental, é um metal alcalino terroso que se apresenta em estado sólido na forma metálica ou inorgânica. É utilizado na indústria de baterias, tintas, cerâmicas, explosivos, retíficas de radiadores de automóveis. Na forma de chumbo tetraetila, ou chumbo orgânico, é componente da gasolina. A exposição e a absorção do chumbo podem ocorrer por qualquer rota, contudo a ingestão parece ser a via mais importante. A absorção intestinal é variada e sua excreção se dá primariamente por filtração renal. Há dois compartimentos principais onde o chumbo se deposita: o esqueleto e os tecidos conjuntivos. A interação com o esqueleto é íntima e sua meia vida pode atingir 20 anos, enquanto que nos tecidos conjuntivos a meia vida é de 120 dias. Acúmulo significativo pode ocorrer nos rins, medula óssea, eritrócitos e tecido nervoso periférico e central. A toxicidade do chumbo pode ocorrer na forma de uma série de sinais e sintomas, de modo inespecífico. A maioria das ações se dá a partir da ligação com proteínas corpóreas, alterando sua estrutura e função. Alterações comportamentais, gastrointestinais, nervosas, metabólicas, anêmicas, etc., são documentadas. As amostras devem ser cuidadosamente manipuladas para evitar a contaminação com chumbo. A dosagem do chumbo na urina é mais indicada para a validação de processos de intoxicação aguda.


Material


Urina Isolada


Instruções


- Coletar urina do início do último dia da jornada de trabalho (recomenda-se evitar o primeiro dia de jornada da semana).
- Manter a amostra refrigerada desde o momento da coleta.
- Retirar a roupa ou uniforme contaminado antes da coleta.


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


Os testes sorológicos são utilizados como um dos critérios para confirmação de suspeita
clínica da Doença de Chagas e triagem em bancos de sangue. Entretanto, alguns cuidados são
necessários na escolha do método e sua interpretação. O Machado Guerreiro (Fixação de
complemento) era o exame de escolha no passado, mas por apresentar baixa sensibilidade
(60%), baixa especificidade e complexidade na sua execução, não mais deve ser utilizado.
Os métodos Hemaglutinação, imunofluorescência e imunoensaio apresentam sensibilidade
próximo a 100%. Tendo em vista a possibilidade de falso-positivos (leishmania, malária,
sífilis, toxoplasmose, hanseníase, doenças do colágeno, hepatites) é recomendado que o
soro seja testado em pelo menos dois métodos diferentes antes de aceito, pelo clínico
assistente, a positividade da sorologia. A hemoaglutinacao é utilizada para triagem devido
sua praticidade e boa sensibilidade. Entretanto, tem especificidade inferior a
imunofluorescência e ao imunoensaio enzimático. A imunofluorescência indireta IgG é exame
sensível no diagnostico da Doença de Chagas. A imunofluorescência indireta IgM é útil para
caracterizar fase aguda. Ambos apresentam menor reprodutibilidade que o imunoensaio
enzimático (ELISA). O imunoensaio enzimático utiliza antígenos altamente purificados com
maior sensibilidade (98 a 100%), maior especificidade (93 a 100%) e leitura mais objetiva.
O imunoensaio de partículas em gel apresenta sensibilidade de 96,8% e especificidade de
94,6%. Ressalta-se que a Organização Mundial de Saúde preconiza o uso de pelo menos dois
testes de diferentes metodologias para o diagnóstico laboratorial da doença de Chagas.


Material


Soro


Instruções


Jejum obrigatório de 8 horas.


Utilidade


Os testes sorológicos são utilizados como um dos critérios para
confirmação de suspeita clínica da Doença de Chagas e triagem em
bancos de sangue. Entretanto, alguns cuidados são necessários na
escolha do método e sua interpretação. O Machado Guerreiro (Fixação de
complemento) era o exame de escolha no passado, mas por apresentar
baixa sensibilidade (60%), baixa especificidade e complexidade na sua
execução, não mais deve ser utilizado. Os métodos Hemaglutinação,
imunofluorescência e imunoensaio apresentam sensibilidade próximo a
100%. Tendo em vista a possibilidade de falso-positivos (leishmania,
malária, sífilis, toxoplasmose, hanseníase, doenças do colágeno,
hepatites) é recomendado que o soro seja testado em pelo menos dois
métodos diferentes antes de aceito, pelo clínico assistente, a
positividade da sorologia. A hemoaglutinacao é utilizada para triagem
devido sua praticidade e boa sensibilidade. Entretanto, tem
especificidade inferior a imunofluorescência e ao imunoensaio
enzimático. A imunofluorescência indireta IgG é exame sensível no
diagnostico da Doença de Chagas. A imunofluorescência indireta IgM é
útil para caracterizar fase aguda. Ambos apresentam menor
reprodutibilidade que o imunoensaio enzimático (ELISA). O imunoensaio
enzimático utiliza antígenos altamente purificados com maior
sensibilidade (98 a 100%), maior especificidade (93 a 100%) e leitura
mais objetiva. O imunoensaio de partículas em gel apresenta
sensibilidade de 96,8% e especificidade de 94,6%.
Ressalta-se que a Organização Mundial de Saúde preconiza o uso de
pelo menos dois testes de diferentes metodologias para o diagnóstico
laboratorial da doença de Chagas.


Material


Soro


Instruções


Jejum não obrigatório


Utilidade


A determinação de chumbo no sangue é considerada como o melhor indicador e o mais aceito para avaliação biológica das exposições ao metal. Como o chumbo se liga aos eritrócitos, dosagens em soro e plasma são úteis. Níveis elevados de chumbo causam danos nos sistemas cardiovascular, nervoso, reprodutivo, hematológico e renal. Exposição ocupacional ocorre nas indústrias de petróleo, baterias, tintas, cerâmicas, tubulações, cabos, explosivos e quando da utilização de soldas e estruturas que contem o chumbo como liga. É absorvido pelas vias respiratórias, digestiva e cutânea. A eliminação ocorre preponderantemente pela via renal (cerca de 70%) e fecal (cerca de 10% ), enquanto as secreções e a incorporação aos pêlos respondem por frações minoritárias. Apresenta efeito acumulativo no organismo e deposita-se nos ossos com uma meia vida de cerca de 20 anos.




Material


Urina 24 horas


Instruções


No momento do cadastro:
- Informar se o paciente está em uso de agentes quelantes.
- Informar se o paciente é exposto ocupacionalmente.

- Não colher em local de trabalho.
- Não fazer esforço físico durante a coleta.
- O paciente deve manter sua rotina diária.
- Não é necessário aumentar a ingestão de líquidos, exceto sob orientação médica.
- Não utilizar recipiente de vidro.
- Não utilizar frasco de tampa colorida.


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


As curvas glicêmicas prolongadas (4 e 5 horas) são utilizadas no diagnóstico das hipoglicemias funcionais.


Material


Plasma Fluoretado


Instruções


- Jejum obrigatório 8 a 10 horas ou conforme orientação médica.
- Obrigatório presença de acompanhante para realização do exame.
- O teste é realizado somente pela manhã (início até às 10h).


DOWNLOAD PDF
 

Material


Plasma Fluoretado


Instruções


- Jejum obrigatório 8 a 10 horas ou conforme orientação médica.
- Obrigatório presença de acompanhante para realização do exame.
- O teste é realizado somente pela manhã (início até às 10h).


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


O estudo coprológico visa o estudo das funções digestivas abrangendo as provas de digestibilidade macroscópicas, exames químicos e outras, cujos resultados permitem diagnosticar os diferentes quadros que são agrupados em síndromes coprológicas: insuficiência gástrica, pancreática e biliar, hipersecreção biliar, (fermentação hidrocarbonada e putrefação), síndromes ileal e cecal, colites e outras alterações do transito intestinal. O desenvolvimento de métodos que permitiram o diagnóstico etiológico separado de cada uma das moléstias agrupadas nestas síndromes, diminuiu a importância diagnostica do exame funcional de fezes.


Material


Fezes recente a fresco (todo o volume fecal após dieta específica).


Instruções


- Recomendável suspender medicação laxante e/ou supositórios nos 3 dias anteriores e durante a coleta ou conforme orientação médica.
- Evitar o uso de bebidas gasosas (ex: refrigerantes,água gaseificada) e alcoólicas durante os 3 dias que antecedem a coleta.
- Criança ate 12 anos não necessita de dieta.
- Para maiores de 12 anos, manter dieta habitual com as recomendações (descritas abaixo) ou conforme orientação medica.

* Dieta:
- Manter dieta habitual (dia a dia do paciente) sendo recomendável nas últimas 72 horas (3 dias) antes da coleta que o mesmo inclua nas refeições principais (almoço e/ou jantar) quantidades usuais de carne, batata e feijão e, nas outras refeições (café da manhã, lanche da tarde), manteiga e leite.
- No 4º dia colher todo o volume fecal da primeira evacuação do dia para entrega no laboratório.
- Usar recipientes limpos e secos.
- Evitar contaminação por urina, água, gordura ou outro elemento.

- No caso de pacientes recém-nascidos e crianças, recomendamos juntar amostra fecal de mais de uma evacuação (mantidas refrigeradas), realizadas no mesmo dia e enviadas em um único frasco, totalizando um total de, no mínimo, 10 gramas, idealmente 15 gramas.


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


Investigação urológica.



Material


Esperma


Instruções


- Lavar bem as mãos antes da coleta.
- Realizar antissepsia com material fornecido pelo laboratório.
- Coletar esperma em frasco estéril.
- Evitar urinar no mínimo 1 hora antes da coleta.




DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


A ceruloplasmina é a mais importante proteína de transporte do cobre no sangue. Tem, além disso, atividade enzimática, como oxidase de diferentes substratos. Na doença de Wilson, síndrome de Menkese nos distúrbios hereditários do metabolismo do cobre, a concentração sérica de ceruloplasmina mostra-se fortemente diminuída, sobretudo nos portadores homozigóticos. Diminuições de ceruloplasmina dão-se na insuficiência hepática e síndromes de perda proteica. Aumentos observam-se nas reações da fase aguda, após uso de contraceptivos hormonais, assim como nas colestases.


Material


Soro


Instruções


Jejum aconselhável de 4 horas.


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


Diagnosticar e controlar determinados tipos de câncer, especialmente o câncer de cólon. Este exame mede a quantidade de antígeno carcinoembriogênico no sangue. Se a pessoa já estiver com câncer, esse exame ajudará o médico a determinar se o tratamento para o câncer está sendo eficaz.


Material


Soro


Instruções


- Jejum não obrigatório.
- A coleta deve ser realizada no período da manhã, até as 11:30.


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


O cromo é um elemento geralmente abundante na crosta terrestre. Entre as fontes de contaminação na atividade humana estão as fundições, manufatura de aço e ligas, lâmpadas, cinzas de carvão, curtumes, fertilizantes, fabricação de cimento, galvanoplastia, entre outros. As principais vias de exposição ao cromo e compostos de cromo são a inalação, ingestão e contato dérmico. As indústrias de aço envolvem a maior exposição ocupacional ao Cr6+.


Material


Urina Isolada


Instruções


- Coletar urina do início do último dia da jornada de trabalho (recomenda-se evitar o primeiro dia de jornada da semana).
- Manter a amostra refrigerada desde o momento da coleta.


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


Consiste em teste, pelo método de isoeletrofocalização, para detecção de todos os subtipos de defeitos congênitos da glicosilação tipo 1. O agravo é decorrente da deficiência, ou ausência, de carboidratos, secundária à secreção de glicoproteínas, especialmente transferrina sérica, devido à atividade enzimática anormal da fosfomanomutase.


Material


Soro


Instruções


- Jejum não obrigatório.


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


As alterações cromossômicas desempenham um papel fundamental na patogênese, diagnóstico, acompanhamento do tratamento, progressão e prognóstico de muitas doenças hematológicas. Sempre que possível, é importante realizar o cariótipo para detectar possíveis desordens hematológicas neoplásicas na medula óssea. Certas alterações cromossômicas clonais podem ajudar na classificação de uma malignidade.


Material


Aspirado de medula em EDTA


Instruções


- Não é necessário jejum.
- Informar no momento do cadastro se o paciente foi submetido à transfusão sanguínea ou transplante de medula óssea.
- Obrigatório preenchimento de formulário específico pelo médico.
- Não realizamos a coleta de medula por se tratar de um procedimento médico.


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


É o produto de degradação da creatina, sendo sua concentração não só dependente da taxa de filtração renal, mas também da massa muscular, idade, sexo e alimentação. Níveis baixos podem ser encontrados nos estados que cursam com diminuição da massa muscular. O uso de determinados medicamentos pode interferir no resultado. São exemplos: dipirona, dobesilato, cefoxitina, dobutamina, dopamina, trimetoprim e cimetidina.


Material


Urina Isolada


Instruções


- Colher preferencialmente no laboratório a 1ª urina da manhã. Fazer higiene da genitália com água e sabão, secar, desprezar o 1º jato de urina e coletar o jato do meio.
- Sendo a coleta feita em casa, trazer o material ao laboratório no prazo máximo de 1 hora.


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


Marcadores imunológicos para o diagnóstico, prognóstico e monitoramento de tratamento da infecção por HIV e/ou supressão Imunológica.

O exame inclui CD3, CD4 e CD8.


Material


Sangue total em EDTA


Instruções


Não realizamos em véspera de feriado ou em feriados.


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


Teste utilizado para avaliação da taxa de filtração glomerular, sendo mais sensível que a determinação sérica isolada. No clearence de creatinina valores séricos e urinários são medidos e a depuração é calculada e corrigida tendo em vista a superfície corporal. Clearence elevado pode ser encontrado após exercícios, na gravidez e no diabete melito. Variação intraindividual desse teste pode chegar a 15%. Armazenamento da urina por muito tempo, em altas temperaturas pode causar conversão da creatina a creatinina, acarretando aumentos espurios.


Material


Urina 24 horas + Soro


Instruções


- Jejum não obrigatório.
- Não fazer esforço físico durante a coleta.
- O paciente deve manter sua rotina diária.
- Não é necessário aumentar a ingestão de líquidos, exceto sob orientação médica.
- Ao término da coleta de urina, o cliente deve comparecer ao laboratório para a entrega da mesma e efetuar a coleta de amostra de sangue.
- Informar no momento do cadastro peso e altura.


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


Teste util no diagnostico da Artrite reumatóide (AR).
A citrulina (Cyclic Citrullated Peptide) é um aminoácido resultante de modificação da arginina. Anticorpos dirigidos contra a citrulina
(anti-CCP) são encontrados em pacientes com AR.
Este teste apresenta especificidade para a AR maior que o fator
reumatóide. Nos pacientes com AR de início recente é importante
ferramenta para o diagnostico precoce, predizendo evolução mais
agressiva da AR.
A determinação conjunta com o fator reumatóide determina
especificidade próxima de 100% para o diagnostico da AR.


Material


Soro


Instruções


Jejum não obrigatório.


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


Avaliação e diagnóstico de anemias crônicas por deficiência de ferro. A capacidade total de ligação do ferro guarda relação com a concentração de transferrina no sangue. 


Material


Soro


Instruções


- Adultos: Jejum obrigatório de 8 horas.
- Crianças: Jejum obrigatório de 4 horas.


Material


Soro


Instruções


Jejum não obrigatório.


DOWNLOAD PDF
 
1 |  2 |  3 |  4 |  5 |  6 |  7 |  8 |  9 |  10 |  11 |  12 |  13 |  14 |  15 |  16 |  17 |  18 |  19 |  20 |  21 |  22 |  23 |  24 |  25 |  26 |  27 |  21 Páginas de 27
VOLTAR