EXAMES E SERVIÇOS

Os equipamentos utilizados para a realização dos exames contam com alta tecnologia e uma equipe de multiprofissionais amplamente qualificados.

Esta estrutura permite que realizemos mais de 1.000 tipos de exames relacionados.

 

Buscar exames

Mnemônico + -
Descrição + -

Utilidade


A Vitamina B6 envolve um grupo de compostos metabolicamente intermutáveis, o piridoxol (o álcool), o piridoxal (o aldeído) e a piridoxamina (a amina). Solúvel em água, termoestável em pH ácido, instável à luz, o Piridoxal 5 fosfato (PLP) atua na formação do ácido alfa aminolevulínico, percursor do grupo heme da hemoglobina . Os principais antagonistas que intereferem na disponibilidade de vitamina B6, são: o Desoxipiridoxina, a Isoniasida, a Hidralazina, o Cicloserina, e a Penicilamina. As deficiências devido aos antagonistas podem acarretar: fraco crescimento, convulsões, lesões na pele, queda na produção de anticorpos, vômito, cálculos renais. A deficiência marginal de vitamina B6 ocorre entre os grupos: gestantes e lactantes, mulheres que tomam contraceptivos orais com alto teor de estrogénio, alcoólicos crônicos. A deficiência franca de Vitamina B6 pode causar anemia hipocrômica e perda da capacidade de conversão do triptofano em ácido nicotínico.


Material


Plasma em EDTA


Instruções


- Jejum obrigatório de 8 horas.


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


Marcador pouco específico de atividades infecciosas inespecíficas, estados inflamatórios, doenças autoimunes e reumáticas.


Material


Sangue Total EDTA


Instruções


- Jejum não obrigatório.


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


A expressão vitamina A refere-se aos retinóides que tem atividade
biológica do retinol. A Vitamina A encontrada em produtos de origem
animal, é lipossolúvel e tem duas formas: o retinol (Vitamina A1) e a
3-dehidro-retinol (Vitamina A2). Concentrações em crianças são menores que em adultos. Níveis baixos são encontrados na deficiência dietética da vitamina, insuficiência pancreática exócrina, má absorção intestinal, parasitoses, sindrome nefrótica, infecções e etilismo. Níveis elevados podem ser encontrados na hipervitaminose A, etilismo, uso de estrogênios e anticoncepcionais.


Material


Soro


Instruções


- Jejum obrigatório de 8 horas.
- Evitar o uso de bebida alcoólica por pelo menos 24 horas antes do exame.

- Álcool (uso moderado) e contraceptivos orais podem aumentar os níveis de vitamina A.
- Alopurinol, Colestiramina, álcool (uso crônico), óleos
minerais e Neomicin podem diminuir os níveis de vitamina A.


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


A vitamina C é essencial para a defesa do organismo, ajuda no combate às infecções e auxilia na formação dos tecidos, pois participa da constituição da parede celular de todas as células do corpo, como ossos, dentes e cartilagens. Também é muito importante no combate às hemorragias e no fortalecimento do sistema imunológico, pois auxilia na absorção do ferro. O ácido ascórbico está envolvido com o processo de maturação do colágeno, com a síntese de esteróides e com o catabolismo da tirosina. A deficiência de vitamina C causa o escorbuto, que ocasiona sangramento subperiosteal, gengival e subcutâneo, em decorrência da fragilidade do colágeno. Essa condição, no entanto, é atualmente bastante rara em decorrência da ampla oferta de alimentos contendo vitamina C. Ocasionalmente, porém, o escorbuto pode ser observado em indivíduos com hábitos alimentares muito inadequados, ou associado ao alcoolismo e à insuficiência renal. Valores aumentados: nefrolitíase (oxalato de cálcio), uricosúria, aumento da absorção de ferro. Valores diminuídos: escorbuto, anemia hipocrômica, deficiência de folato, anemias, gravidez, alcoolismo, hipertireoidismo, doença reumática, câncer. Interferentes: aspirina , corticotropina , estrógenos , anticoncepcionais.


Material


Plasma em Heparina


Instruções


- Jejum de 4 horas ou mais.
- À critério do médico fazer a suspensão de suplementos vitamínicos nas 24 horas que antecedem a coleta de sangue para o exame.


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


A vitamina D3 é empregada no tratamento do raquitismo e da osteomalácia metabólicos, em especial na vigência de insuficiência renal crônica e no tratamento do hipoparatireoidismo. Quantidades excessivas de vitamina D3 causam distúrbios clínicos no metabolismo do cálcio.


Material


Soro


Instruções


- Jejum não obrigatório.
- Informar no momento do cadastro medicações em uso.


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


É uma vitamina lipossolúvel e com função antioxidante, prevenindo danos nas membranas celulares por radicais livres. A sua forma mais ativa é o alfa-tocoferol. Sua dosagem é útil na investigação da sua deficiência (quadro neurodegenerativo, anemia hemolítica e alteração visual). Níveis baixos podem ser determinados por má absorção (pancreatite, fibrose cística, atresia de vias biliares, ressecção intestinal), prematuridade, etilismo, cirrose, uso de anticonvulsivante, colestiramina, óleos minerais e contraceptivos orais.


Material


Soro


Instruções


- Jejum obrigatório de 8 horas.
- Informar no momento do cadastro medicações em uso.

- Anti-convulsivantes, etanol, colestiramina, óleos minerais e contraceptivos orais podem causar diminuição nos níveis de vitamina E.


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


A riboflavina, comumente conhecida como vitamina B2, é o precursor de todas as flavinas biologicamente importantes, notadamente flavina mononucleotídeo (FMN) e flavina adenina dinucleotídeo (FAD). A riboflavina e seus derivados agem como cofatores em várias enzimas redox. Fontes alimentares de coenzimas da vitamina B2 são coração, fígado e rim. Vegetais também são uma boa fonte. Sua deficiência é caracterizada por dor de garganta, hiperemia, edema da faringe e membranas mucosas, queilose, estomatite angular, glossite, dermatite seborreica e anemia normocítica e normocrômica. Não há toxicidade reportada com níveis elevados de riboflavina.


Material


Plasma (heparina)


Instruções


- Jejum obrigatório de 8 horas.


Utilidade


O Colesterol é o principal lipídeo associado a doença vascular aterosclerótica. Também é utilizado na produção de hormônios esteróides, ácidos biliares e na constituição das membranas celulares. Seu metabolismo ocorre no fígado, sendo transportado no sangue por lipoproteínas (70% por LDL, 25% por HDL e 5% por VLDL). A avaliação do risco cardiovascular engloba o colesterol total e suas frações, triglicérides, subfracionamento da apolipoproteínas A1 e B, lipoproteína (a), proteína C reativa ultrassensível e homocisteína.


Material


Soro


Instruções


Jejum obrigatório de 10-12 horas.
Obrigatório coletar até as 11:30 da manhã.


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade




Material


Soro (Tubo Trace)


Instruções


- Jejum obrigatório de 8 horas.
- Em caso de pacientes que fazem hemodiálise a coleta deve ser realizada precedendo a sessão de diálise, antes da heparinização do paciente, ao final do maior período interdialítico ou conforme orientação médica.


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


A vancomicina é um antibiótico glicopeptídeo complexo, que tem sido
utilizado para tratar estafilococos produtores de penicilinase. É o
fármaco de eleição utilizado no tratamento do Staphylococcus aureus
resistente à meticilina e a antibióticos beta lactâmicos relacionados
assim como no tratamento de infecções gram-positivas graves, nos casos
de alergia a penicilina ou cefalosporina. A vancomicina é também
utilizada no tratamento da enterocolite induzida por antibióticos
associada a clostridium difficile e endocardite estreptocócica ou
enterocócica, sendo nesta última utilizada em conjunto com um
aminoglicosídeo, quando a penicilina ou ampicilina não podem ser
utilizadas. É necessário monitorizar os níveis séricos ou plasmáticos
máximos e mínimos, devido aos possíveis efeitos secundários graves,
incluindo ototoxicidade, nefrotoxicidade, flebite e neutropenia
reversível.


Material


Soro


Instruções


- Jejum desejável de 4 horas (alimentar) ou conforme orientação
médica.
- Informar no momento do cadastro data e hora da coleta, medicamentos em uso, dosagem, dia e hora da última administração do medicamento.


DOWNLOAD PDF
 

Material


Soro


Instruções


- Adultos: jejum obrigatório de 12 horas.
- Crianças:
. Até 1 ano de idade, jejum mínimo necessário de 3 horas.
. De 1 a 5 anos de idade, jejum mínimo necessário de 6 horas.
. Acima de 5 anos de idade, jejum igual ao de adulto.
- Informar no momento do cadastro medicamentos em uso.
- Não ingerir bebida alcoólica nas últimas 24 horas antes da coleta.


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


A vulvoscopia funciona como se fosse um microscópio e permite a análise da vulva de forma ampliada e detalhada, por conta das lentes de aumento utilizadas no processo.
É um exame capaz de analisar os tecidos da vulva e diagnosticar lesões benignas (inflamações), pré-malignas que antecedem o câncer e lesões malignas.
Caso sejam identificadas lesões, biópsias podem ser realizadas durante o exame.


Instruções


- A coleta não deve ser feita durante a menstruação, exceto se o médico do cliente solicite a realização durante esse período.
- O exame poderá ser realizado em sangramento não menstrual.
- Não realizar ducha vaginal, realizar somente higiene externa.
- Não manter relações sexuais nas 72 horas anteriores a realização do exame.
- Não usar medicamentos no local a ser examinado nas 72 horas anteriores a realização do exame.
- Dois dias antes do exame a paciente deve aparar os pelos pubianos com 1 cm de distância da pele. Não raspá-los.
- Para mulheres virgens, a vulvoscopia é indicada, por permitir a ampliação feita por um microscópio e fazendo com que a virgindade não seja rompida.
- Pacientes gestantes podem fazer a vulvoscopia normalmente.
- O exame deve ser agendado com antecedência.


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


infecção pelo HIV 1 e 2 leva à Síndrome da Imunodeficiência Adquirida - SIDA. Testes de triagem como CLIA, ECLIA ou ELFA devem ser confirmados por ensaios mais específicos (Western Blot ou imunofluorescência). Falso-positivos podem ocorrer em testes imunoenzimáticos nos pacientes com anticorpos anti-HLA DR4, outras viroses, vacinados para influenza, hepatites alcoólicas, portadores de distúrbios imunológicos, neoplasias, multíparas e politransfundidos. Filhos de mãe HIV positivo possuem anticorpos maternos, não sendo, pois, a sorologia definitiva no diagnóstico. Os testes imunoenzimáticos têm sensibilidade e especificidade em torno de 98%. Indivíduos de alto risco, com um teste enzimático positivo, apresentam valor preditivo positivo de 99%. Assim, testes imunoenzimáticos positivos de forma isolada, não podem ser considerados como diagnostico de infecção pelo HIV, sendo necessária a realização do Western Blot como teste confirmatório. Pacientes com fase avançada da doença podem não apresentar reatividade ao Western Blot. Cerca de 20% da população normal não infectada apresentam resultados


Material


Soro


Instruções


- Jejum não obrigatório.

- Para liberação do exame de Western Blot é obrigatório a realização da sorologia para HIV, e por isso o paciente deve comparecer na unidade dois dias seguidos pois as amostras devem ser coletadas em dias diferentes.


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


A febre tifóide é uma doença infecto-contagiosa causada pela bactéria Salmonella typhi e a febre paratifóide pelas Salmonellas paratyphi A, B e C. Esta doença é caracterizada por sintomas sistêmicos proeminentes manifestando-se como: febre, cefaléia, alterações gastrointestinais, esplenomegalia, erupções cutâneas, astenia e prostação. Na primeira semana de infecção por Salmonella o melhor meio de diagnóstico é a hemocultura, já na segunda e terceira semana a coprocultura se faz o meio mais eficiente no diagnóstico. Entre a quarta e quinta semanas a pesquisa de aglutininas é o mais eficaz. Através de suspensões homogêneas de bacilos tíficos e paratíficos A ou B colocadas in vitro em contato com o soro, diagnostica-se o agente específico causador da infecção. Empregam-se na reação de Widal, também os Antígenos O somático e H flagelar que lhe aumentam o valor diagnóstico. O soro dos doentes de febre tifóide contém anticorpos dirigidos contra os antígenos O e H de S. typhi ou de outras salmonelas envolvidas no processo infeccioso.


Material


Soro


Instruções


- Jejum aconselhável de 4 horas.


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


O teste de Waaler Rose que consiste da aglutinação de hemácias de carneiro foi por anos o método para pesquisa do fator reumatóide (FR). Entretanto, apresenta desvantagens devido à subjetividade de sua leitura e baixa reprodutividade, sendo substituído por métodos mais modernos para detecção do Fator Reumatóide.


Material


Soro


Instruções


- Jejum não obrigatório.


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


Conhecida também como síndrome de Martin-Bell, a síndrome do X Frágil é uma condição genética que causa deficiência intelectual, déficits de aprendizado e alterações de comportamento, além de diversas características físicas peculiares. Afeta mais frequentemente os meninos.
Mutações no gene FMR1 causam a síndrome do X Frágil, além da síndrome de tremor/ataxia associados ao X frágil e da falência ovariana precoce. Praticamente todos os casos da síndrome são causados por uma mutação na qual um segmento de DNA, conhecido como repetição tríplice CGG, expande-se no gene FMR1.
Essa alteração desliga o gene FMR1, o que o impede de produzir a proteína FMRP. A perda ou a deficiência dessa proteína leva aos sinais e sintomas da síndrome do X Frágil.
A síndrome de tremor/ataxia associados ao X frágil é uma doença genética que afeta principalmente homens, causando tremor, ataxia e demência. O tremor é um sintoma precoce comum que é seguido por ataxia, parkinsonismo e, com o tempo, demência.
A falência ovariana precoce é caracterizada pela perda da função ovariana antes dos quarenta anos de idade. O resultado principal dessa alteração é a infertilidade.


Material


Sangue total em EDTA


Instruções


- Jejum não é necessário.


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade




Material


Soro


Instruções


- Jejum obrigatório de 8 horas.


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


A dosagem de zinco na urina é útil na avaliação da toxicidade e da deficiência de zinco, em conjunto com os níveis séricos e eritrocitários. Valores aumentados ocorrem em períodos pós-operatórios, uso de nutrição parenteral, aumento do catabolismo, cirrose hepática, hepatite viral, alcoolismo, neoplasias. Valores diminuídos são encontrados em casos de deficiência de zinco.


Material


Urina Isolada


Instruções


- Coletar em frasco apropriado a urina do final do último dia da jornada de trabalho, ou após o período de exposição.


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


O Zinco é um metal essencial e, por isso, tanto a ausência quanto a exposição excessiva podem trazer efeitos nocivos. Existem mais de 200 metaloenzimas que utilizam o zinco como cofator, e sua deficiência pode gerar diversos efeitos. O homem está principalmente exposto ao zinco através da ingestão.
Os níveis de Zinco que produzem efeitos nocivos à saúde são muito maiores que os valores máximos permitidos recomendados de ingestão na dieta, de 15mg/dia para o homem e de 12mg/dia para a mulher. Se altas doses de zinco (10-15 vezes maiores que os referidos) são ingeridas por curto período de tempo, dores estomacais, náuseas e vômitos podem ocorrer.
O zinco metálico tem muitas aplicações na indústria de ligas como bronze e latão, assim como seus compostos na produção de tintas, cerâmicas e de vários outros produtos usados na indústria de medicamentos, na produção de bloqueadores solares, desodorantes, entre muitas outras aplicações. Os vapores de zinco ou de seus sais solúveis são altamente irritativos para os pulmões. Intoxicações crônicas resultantes de exposições ocupacionais ao zinco são pouco frequentes. A chamada febre do fumo é o efeito mais comumente observado em trabalhadores expostos ao óxido de zinco.


Material


Soro


Instruções


- Jejum obrigatório de 8 horas.


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


A Zinco Protoporfirina é um indicador biológico decorrente da interferência do chumbo na síntese do heme e correlaciona-se bem com o chumbo sanguíneo. A zincoprotoporfirina (ZPP) pode permanecer elevada por anos nas intoxicações severas, em razão da inibição da síntese do heme pelo chumbo depositado e posteriormente liberado. A NR-7 estabelece valores de referência e IBMP para a ZPP na monitorização da exposição ao chumbo. A ZPP é o melhor indicador de exposição crônica que o chumbo sanguíneo por apresentar meia-vida mais longa (67 dias). Na exposição crônica, o pico de ZPP ocorre em 6 a 9 meses, enquanto o pico do chumbo sanguíneo ocorre em 3 a 6 meses. Após a eliminação da exposição, a ZPP pode permanecer acima dos valores de referência por até 2 anos. A ZPP tem menor especificidade, alterando-se em outras condições (anemia ferropriva, hemolítica e de doenças crônicas). Estudo em trabalhadores expostos mostrou que o achado de ZPP aumentada e o chumbo sanguíneo em faixa não tóxica pode predizer concentrações tóxicas de chumbo sanguíneo com seis meses de antecedência, podendo, assim, indicar toxicidade incipiente.


Material


Sangue total Heparina (Trace)


Instruções


- A coleta dever se realizada a partir do 3º mês de exposição.


DOWNLOAD PDF
 
1 |  2 |  3 |  4 |  5 |  6 |  7 |  8 |  9 |  10 |  11 |  12 |  13 |  14 |  15 |  16 |  17 |  18 |  19 |  20 |  21 |  22 |  23 |  24 |  25 |  26 |  27 |  27 Páginas de 27
VOLTAR