EXAMES E SERVIÇOS

Os equipamentos utilizados para a realização dos exames contam com alta tecnologia e uma equipe de multiprofissionais amplamente qualificados.

Esta estrutura permite que realizemos mais de 1.000 tipos de exames relacionados.

 

Buscar exames

Mnemônico + -
Descrição + -

Utilidade


Em adultos saudáveis, o citomegalovírus (CMV) normalmente é
assintomático ou pode determinar quadro clínico auto-limitado
semelhante à mononucleose infecciosa. O citomegalovírus (CMV) é
considerado a maior causa de infecção congênita, podendo ainda causar
quadros graves em imunodeprimidos. Cerca de 85% da população adulta é
soropositiva. No início da infecção primária pelo CMV os anticorpos IgG apresentam como característica baixa avidez pelo antígeno. Essa avidez aumenta progressivamente em semanas, sendo que em infecções antigas e reinfecções encontramos alta avidez. Assim, essa determinação e muito útil para diferenciarmos pacientes que apresentaram infecções primárias pelo CMV nos últimos 3 meses, de infecções passadas e reinfecções, sendo de grande aplicação em grávidas com IgM e IgG positivos. Tem grande poder de predizer recém-nascido infectados quando utilizado antes de 18 semanas de gestação.


Material


Soro


Instruções


- Jejum obrigatório de 8 horas.
- Informar no momento do cadastro se esta grávida e se já fez o exame anteriormente.


DOWNLOAD PDF
 

Material


Soro


Instruções


- Jejum não obrigatório.


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


Uma vez secretada, a testosterona e quase que inteiramente ligada as
proteínas transportadoras. Assim, em homens e mulheres, a testosterona
está presente na circulação periférica em três formas: Livre, não ligada (correspondente a forma molecular livre). Fracamente ligada a albumina e a globulina ligadora do cortisol. Fortemente ligada as globulinas ligadoras dos hormônios sexuais (SHBG). A testosterona livre é biologicamente ativa, e a testosterona fracamente ligada a albumina pode ser imediatamente ativada através de sua rápida dissociação da albumina. Entretanto, o pool da testosterona livre e a fracamente ligada é coletivamente chamada de testosterona "biologicamente disponível" ou " não ligada a SHBG".


Material


Soro


Instruções


- Jejum não obrigatório.
- Informar no momento do cadastro medicamentos em uso (inclusive pomadas e cremes). Para mulheres informar uso de anticoncepcional.
- Informar no momento do cadastro o dia e hora da última medicação.


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


Usado para detectar células falciformes que estejam gravemente deformadas, glóbulos vermelhos rígidos que possam diminuir o fluxo sangüíneo. O traço falciforme (Hb S) é encontrada quase que exclusivamente em pessoas com ascendência africana.


Material


Sangue total EDTA


Instruções


Jejum não obrigatório


Utilidade


Diagnóstico do hipogonadismo masculino; avaliação de puberdade precoce; diagnóstico de tumores virilizantes; avaliação do hirsutismo. 


Material


Soro


Instruções


- Jejum não obrigatório.
- Informar no momento da coleta medicamentos em uso (inclusive pomadas e cremes).
- Para mulher (informar uso de anticoncepcional).
- Informar dia e hora da última medicação.
- A coleta deve ser realizada no período da manhã, até as 11:30 horas.


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


A Teofilina é um broncodilatador de utilidade controversa na doença broncopulmonar obstrutiva crônica e asma. É uma metilxantina com estrutura similar à cafeína, sendo a Aminofilina a preparação mais utilizada. A meia vida da Teofilina é variável : 6 a 10 horas em adultos normais, 2 a 9 horas em crianças e 18 a 24 horas na insuficiência cardíaca e 29 horas na cirrose hepática. As dosagens de Teofilina podem ser feitas dois dias após início ou alteração da terapia. Cimetidina, Alopurinol, eritromicina, Proparanolol, vacina anti-gripal , Ciprofloxacin, Amiodarona, anticoncepcionais orais e Clindamicina podem elevar os níveis de Teofilina. A concentração de Teofilina pode ser diminuída por tabagismo, Fenobarbital, Rifampicina, Carbamazepina e Fenitoína.


Material


Soro


Instruções


- Jejum desejável de 4 horas (alimentar) ou conforme orientação médica.
- Intervalo entre mamadas para lactentes.
- A coleta ideal deve ser realizada imediatamente antes da administração da próxima dose do medicamento ou conforme orientação médica.
- A meio vida é variável: de 4 até mais de 16 horas.
- Caso o medicamento seja tomado apenas uma vez ao dia, a coleta deve ser feita pelo menos 12 horas após a medicação.
- Fumo e medicamentos como Eritromicina, Fenobarbital e Cimetidina podem interferir no resultado.


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


Testosterona é o andrógeno mais abundante secretado pelas células de Leydig. Testosterona é tanto um hormônio quanto um pró-hormônio que pode ser convertido em um outro potente androgênio
(dihidrotestosterona) e um hormônio estrogênio (estradiol). A
conversão em DHT ocorre em tecidos contendo a 5 alfa-redutase,
enquanto a conversão em estradiol ocorre em tecidos contendo a
aromatase. A secreção da testosterona e primariamente dependente da estimulação das células Leydig pelo LH que, por sua vez, depende da estimulação da hipofise pelo hormônio hipotalâmico liberador de gonadotropina (GnRH). A testosterona faz parte do mecanismo clássico de feedback do LH sérico. Testosterona tem uma variação diurna com picos séricos máximos entre 04:00-08:00 e mínimos entre 16:00-20:00. A testosterona circula no plasma ligada a SHBG (65%) e albumina (30 a 32%). Aproximadamente 1 a 4% da testosterona no plasma esta livre. Encontra-se aumentada na puberdade precoce (masculina), resistência androgênica, testotoxicose, hiperplasia adrenal congênita, síndrome
dos ovários policísticos, tumores ovarianos, tumores adrenais. Sua
concentração pode estar reduzida no atraso puberal (masculino),
deficiência de gonadotropina, defeitos testiculares e doenças
sistêmicas.


Material


Soro


Instruções


- Jejum não obrigatório.
- Informar no momento da coleta medicamentos em uso (inclusive pomadas e cremes).
- Para mulher (informar uso de anticoncepcional).
- Informar dia e hora da última medicação.
- A coleta deve ser realizada no período da manhã, até as 11:30 horas.


DOWNLOAD PDF
 

Material


Soro


Instruções


- Jejum obrigatório de 8 horas.


Utilidade


Diagnóstico de toxocaríase. 


Material


Soro


Instruções


- Jejum obrigatório de 8 horas.


Utilidade


Auxilia no diagnóstico de doenças hepáticas e musculares. Embora os níveis de TGO não sejam específicos para doenças hepáticas, eles são usados para diagnóstico e monitorização do curso destas doenças, em combinação com outras enzimas como TGP. Na hepatite alcoólica, os níveis de TGO se elevam e, em geral são mais que duas vezes maiores que os de TGP (relação TGO/TGP > 2).


Material


Soro


Instruções


- Jejum não obrigatório.
- A coleta deve ser realizada no período da manhã, até as 11:30 horas.


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


Auxilia no diagnóstico de doenças hepáticas, sendo mais sensível que a TGO. Os níveis de TGP se encontram elevados no alcoolismo, hepatites virais, hepatites não-alcoólicas, cirrose, colestase, hemocromatose.


Material


Soro


Instruções


- Jejum não obrigatório.
- A coleta deve ser realizada no período da manhã, até as 11:30 horas.


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


Também conhecido como colinesterase verdadeira. Sua dosagem é utilizada para controle biológico de exposição à organofosforados e carbamatos onde se encontram diminuídas. Outras condições podem cursar com diminuição da colinesterase eritrocitária: hemoglobinúria paroxística noturna e anemia megaloblastica. O aumento da colinesterase é encontrado em Talassemia, esferocitose, hemoglobina SS e anemias hemolíticas adquiridas.



Material


Sangue total em EDTA


Instruções


- Jejum não obrigatório.
- A amostra pode ser coletada em qualquer dia e horário, desde que o trabalhador esteja em trabalho contínuo nas últimas 4 (quatro) semanas sem afastamento maior que 4 (quatro) dias.


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade





Material


Urina Isolada


Instruções


- Urina final de jornada de trabalho.
- Lavar as mãos antes de colher.
- Colher urina após retenção urinária de 4 horas. Fazer higiene da
genitália com água e sabão, secar, desprezar o 1º jato de urina,
coletar o jato médio em frasco próprio.


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


A Tireoglobulina é uma glicoproteína produzida pelas células
tiroidianas, sendo o maior componente do colóide infrafolicular da
glândula tireóide. Seus níveis séricos variam com o estado funcional
da tireóide, estando elevados nos processos inflamatórios tireoidianos
(tireoidites), carcinomas da tireóide (papilífero, folicular e misto),
hipertireoidismo ou após palpação vigorosa da glândula.
Ha também um aumento dos níveis séricos com o estímulo do TRH ou TSH.
A administração de hormônio tireoidiano diminui os níveis de
tireoglobulina circulantes.
Sua avaliação é útil após cirurgia de câncer da tireóide, como
marcador da recorrência ou persistência do mesmo após a tireidectomia
total. A presença de anticorpos anti-tireoglobulina no soro pode
afetar as determinações da tireoglobulina, causando, no nosso ensaio,
a redução dos níveis verdadeiros. Na presença de anticorpos, a
ausência de níveis de tireoglobulina mensuráveis não exclui a
possibilidade de ter ocorrido uma recidiva.


Material


Soro


Instruções


- Jejum não obrigatório.
- Informar no momento do cadastro medicamentos em uso, se já realizou cirurgia de tireóide e há quanto tempo.
- Se mulher, informar no momento do cadastro se esta grávida ou se usa anticoncepcional.


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


Os cianetos são íons que ocorrem naturalmente ou são produzidos pelo homem. O cianeto de hidrogênio, o cianeto de sódio e o cianeto de potássio são as formas de cianeto mais encontradas decorrentes das atividades indústriais. Os sais de cianeto e o cianeto de hidrogênio são empregados na eletroplatinagem, metalurgia, na produção de compostos orgânicos, fotografia, manufatura de plásticos e fumegantes. O cianeto é facilmente absorvido pelo organismo através da pele e dos pulmões. No organismo é convertido a tiocianato que é excretado na urina.


Material


Urina Isolada


Instruções


- Coletar urina do início do último dia da jornada de trabalho (recomenda-se evitar o primeiro dia de jornada da semana). Manter amostra refrigerada desde o momento da coleta.


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


DROGAS PESQUISADAS:
Maconha e derivados (Skunk, Haxixe, etc...),
Cocaína e derivados (Crack, Merla, etc...),
Anfetaminas, distinguindo o consumo como droga do consumo terapêutico.
Nomes comerciais das anfetaminas detectáveis (Mazindol - Absten plus, Fagolipo, Moderamin, Lipase, Diazinil, Dobesin, Dasten) (Fenoproporex -Desobi-m, Lipomas ap, Inobesin) (Anfepramona - (Inibex - Cloridato de Anfepramona) Hipogafin, (Dualid-Cloridato de Anfepramona) ("rebite")
Metanfetaminas (speed, ice, Pervitin, etc...),
Ecstasy (MDMA) (MDA)
Ecstasy (EVE - MDE) - Nomes comerciais Happy, super Ecstasy.
Opiáceos (Morfina, Heroína (6mam), Oxicodine, Hidrocodona, Hidromorfina)
Codeína (A codeína é um fármaco alcaloide do grupo dos opioides, que é usado no tratamento da dor moderada e como antitússico)

O consumo de drogas leva até 30 dias para se tornar detectável e está poderá se estender por aproximadamente 90 ou 180, conforme a natureza e tamanho da amostra coletada.
O Teste possui parâmetros qualitativos e quantitativos.


Material


Cabelo ou Pelo


Instruções


- O cliente deverá apresentar a CNH na hora do cadastro.
- O tratamento químico do cabelo não interfere na coleta e realização do exame.
- Exame realizado somente no particular.
- Para concurso o edital deve ser enviado antes da coleta, iremos encaminhar ao laboratório responsável e o só será coletado após o retorno sobre o edital.


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


Diagnóstico da toxoplasmose congênita e adquirida. 


Material


Soro


Instruções


- Jejum não obrigatório.


Utilidade


Diagnóstico da toxoplasmose congênita e adquirida. 


Material


Soro


Instruções


- Jejum não obrigatório.


Utilidade


Dosagem de Topiramato sérico


Material


Soro


Instruções


- Jejum desejável de 8 horas ou conforme orientação médica.
- Coletar preferencialmente antes da próxima dose do medicamento ou conforme orientação médica.


Utilidade


Este perfil equivale aos exames: Fenilalanina (PKU) quantitativo, TSH neonatal, Hemoglobinopatias, Aminoacidos cromatografia qualitativa, T4 neontal, 17 OH Progesterona neonatal, Tripsina neonatal, Biotinidase neonatal.


Material


PAPEL FILTRO


Instruções


- Intervalo máximo entre as mamadas.
- Colher preferencialmente entre 3º e o 30º dia de vida e, no máximo, até o 90º dia.
- Coletar antes do 3º dia de vida apenas caso exista solicitação médica.
- Caso o recém-nascido tenha recebido transfusão sanguínea, recomenda-se aguardar, no mínimo,120 dias para a coleta da triagem neonatal para hemoglobinopatias e galactosemia (particularmente G1FUT). Sugere-se aguardar, no mínimo , 10 dias para biotinidase, Tripsina, TSH e fenilalanina. Para os demais analítos, o tempo ideal para a coleta não está bem estabelecido e deve-se colher conforme a orientação médica.


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


Permite avaliação da via intrínseca da coagulação, entretanto, apresenta pouca sensibilidade. Esta aumentado nas deficiências severas de qualquer um dos fatores da coagulação (exceto dos fatores XIII e VII), nos casos de deficiência de fibrinogênio, no uso de heparina em doses elevadas e na presença de anticoagulantes naturais.


Material


Sangue


Instruções


- Jejum não obrigatório.
- Informar no momento do cadastro medicamentos em uso.


DOWNLOAD PDF
 

Material


Soro


Instruções


- Jejum obrigatório de 8 horas.


Utilidade


Diagnóstico do infarto do miocárdio A troponina é um complexo de três proteínas, que regula a interação da miosina com a actina no processo contrátil: a troponina T (liga o complexo a tropomiosina), a troponina C (liga o cálcio no início da contração) e a troponina I (um inibidor que bloqueia a concentração na ausência do cálcio).


Material


Soro


Instruções


- Jejum não obrigatório.


Utilidade


Os testes sorológicos são utilizados como um dos critérios para confirmação de suspeita
clínica da Doença de Chagas e triagem em bancos de sangue. Entretanto, alguns cuidados são
necessários na escolha do método e sua interpretação. O Machado Guerreiro (Fixação de
complemento) era o exame de escolha no passado, mas por apresentar baixa sensibilidade
(60%), baixa especificidade e complexidade na sua execução, não mais deve ser utilizado.
Os métodos Hemaglutinação, imunofluorescência e imunoensaio apresentam sensibilidade
próximo a 100%. Tendo em vista a possibilidade de falso-positivos (leishmania, malária,
sífilis, toxoplasmose, hanseníase, doenças do colágeno, hepatites) é recomendado que o
soro seja testado em pelo menos dois métodos diferentes antes de aceito, pelo clínico
assistente, a positividade da sorologia. A hemoaglutinacao é utilizada para triagem devido
sua praticidade e boa sensibilidade. Entretanto, tem especificidade inferior a
imunofluorescência e ao imunoensaio enzimático. A imunofluorescência indireta IgG é exame
sensível no diagnostico da Doença de Chagas. A imunofluorescência indireta IgM é útil para
caracterizar fase aguda. Ambos apresentam menor reprodutibilidade que o imunoensaio
enzimático (ELISA). O imunoensaio enzimático utiliza antígenos altamente purificados com
maior sensibilidade (98 a 100%), maior especificidade (93 a 100%) e leitura mais objetiva.
O imunoensaio de partículas em gel apresenta sensibilidade de 96,8% e especificidade de
94,6%. Ressalta-se que a Organização Mundial de Saúde preconiza o uso de pelo menos dois
testes de diferentes métodos para o diagnóstico laboratorial da doença de Chagas.
A utilização das técnicas sorológicas em Doença de Chagas aguda é útil na ausência de
exames parasitológicos positivos, pesquisar-se uma possível evolução do resultado a
curto-médio prazo: colhe-se material para uma primeira sorologia logo ao primeiro exame do
paciente que, se negativa, deverá ser repetida 20 a 30 dias após. Uma soroconversão, neste
caso, estará indicando uma doença aguda em curso ou já em fase de regressão.
Se o primeiro exame for positivo, pode tratar-se de um momento tardio de fase aguda ou de
um paciente já com doença de Chagas crônica, uma dúvida que eventualmente pode ser
dirimida através da clínica, da epidemiologia e de outros exames de laboratório
(especialmente parasitológicos diretos);
Se possível, tentar pesquisa anticorpo anti T. cruzi da classe IgM. Se positivo, o
resultado será bastante sugestivo de Doença de Chagas aguda, especialmente quando a
clínica e a epidemiologia forem compatíveis.


Material


Soro


Instruções


- Jejum não obrigatório.


Utilidade


É o tempo necessário para a hemostasia de um ferimento pequeno, padronizado, feito no lobo da orelha ou na ponta do dedo (polpa digital). Eh um método utilizado para avaliar as alterações vasculares e principalmente as alterações quantitativas e qualitativas das plaquetas. Tempo de Sangria prolongado ocorre em situações de alterações vasculares, plaquetopenias primarias ou secundarias com numero de plaquetas inferior a 50.000/mm3, defeitos qualitativos hereditários e adquiridos das plaquetas e pelo uso de inibidores da função plaquetária.


Instruções


- Jejum não obrigatório.
- Informar no momento do cadastro medicamentos em uso.


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


As troponinas I e T são marcadores de lesão da musculatura cardíaca, sendo úteis no diagnóstico do Infarto Agudo do Miocárdio (IAM). As troponinas cardíacas são mais sensíveis e específicas que outros marcadores como CK, CK-MB e mioglobina. Em pacientes com IAM, as troponinas cardíacas se elevam rapidamente, geralmente dentro de 1 hora quando utilizados ensaios de alta sensibilidade, e permanecem elevadas por até 14 dias. Com o uso dos ensaios de alta sensibilidade, portanto, o intervalo de tempo para uma segunda dosagem de troponina pode ser reduzido para 1 hora, utilizando-se algoritmos validados com pontos de corte próprios para o teste empregado. Deve-se lembrar que a troponina é específica de dano miocárdico e não do mecanismo que o ocasionou, pois há várias situações que podem se apresentar com níveis de troponina elevados sem associação com doença cardíaca isquêmica. São exemplos: lesões cardíacas não coronarianas, tromboembolismo pulmonar, dissecção de aorta e insuficiência renal crônica. Nessas situações, os níveis de troponina, geralmente, não aumentam em dosagens seriadas, como ocorre no IAM.


Material


Soro


Instruções


Jejum não Obrigatório


Utilidade


A Doença Celíaca, também chamada de Enteropatia Glúten-sensível ou Espru não tropical, é uma doença crônica, associada a uma hipersensibilidade ao glúten da dieta (trigo, centeio e cevada). 


Material


Soro


Instruções


- Jejum obrigatório de 8 horas.
- Intervalo máximo entre as mamadas para lactentes.


Utilidade


Doença tireoidiana autoimune, geralmente o hipertireoidismo. Porém, como o TRAB dosa tanto anticorpos estimuladores do receptor de TSH como anticorpos bloqueadores do receptor, também poderá ser positivo em alguns casos casos de hipotireoidismo, tipicamente sem bócio.


Material


Soro


Instruções


- Jejum não obrigatório.
- Informar no momento do cadastro medicamentos em uso ou usados recentemente, inclusive fórmulas para emagrecer (Triostat, Thevier).
- Se mulher, informar no momento do cadastro se esta grávida ou se usa anticoncepcional.


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


A medida dos triglicerídeos no sangue em geral é feita como parte de um perfil lipídico usado para avaliar o risco de doença cardíaca. 


Material


Soro


Instruções


- Jejum não obrigatório, de acordo com o Consenso Brasileiro para a Normatização da Determinação Laboratorial do Perfil Lipídico".
- Atenção: Para pedidos com glicemia, o jejum máximo é de 14 horas.
- A coleta deve ser realizada no período da manhã, até as 11:30 horas.


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


O tempo de trombina mede o tempo de coagulação do sangue após a adição de trombina. O teste avalia a via final (fibrinogênio, fator I), sendo um teste de triagem para deficiências de fibrinogênio e inibidores de trombina. O teste é usado para auxiliar no diagnóstico de doenças como Coagulação Intravascular Disseminada (CIVD), fibrinólise, cirrose hepática, lembrando também de atuar no controle de terapia com heparina e fibrinolíticos. O ensaio TT é usualmente realizado para a avaliação da CIVD, para a monitorização da terapêutica anticoagulante com heparina e da terapêutica trombolítica e para a detecção da presença de PDF (produtos de degradação de fibrinogênia ou fibrina), anomalias quantitativas e qualitativas do fibrinogênio hereditárias ou adquiridas e aumento da fibrinólise.


Material


Plasma Citratado


Instruções


- Jejum aconselhável de 4 horas.


DOWNLOAD PDF
 
1 |  2 |  3 |  4 |  5 |  6 |  7 |  8 |  9 |  10 |  11 |  12 |  13 |  14 |  15 |  16 |  17 |  18 |  19 |  20 |  21 |  22 |  23 |  24 |  25 |  26 |  27 |  25 Páginas de 27
VOLTAR