EXAMES E SERVIÇOS

Os equipamentos utilizados para a realização dos exames contam com alta tecnologia e uma equipe de multiprofissionais amplamente qualificados.

Esta estrutura permite que realizemos mais de 1.000 tipos de exames relacionados.

 

Buscar exames

Mnemônico + -
Descrição + -

Material


Urina


Instruções


- Urina final de jornada.


Utilidade


A peroxidase tireoidiano (TPO), uma enzima que cataliza as etapas de
iodinação e acoplamento da biosíntese do hormônio tireoidiano, e
agora conhecida como o principal antígeno microssomal. O principal uso deste exame é a confirmação do diagnóstico de tireoidite autoimune. O anticorpo anti-TPO tem sido utilizado no lugar da determinação do anticorpo antimicrossomal. Anticorpos anti-TPO podem ser detectados em pessoas sem doença tireoidiana significativa. Eles não definem o status funcional tireoidiano do paciente. Substitui com vantagens os anticorpos antimicrossomais.



Material


SORO


Instruções


- Jejum não obrigatório.
- A coleta deve ser realizada no período da manhã, até as 11:30 horas.


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


O porfobilinogênio (PBG) e o ácido aminolevulínico (ALA) são precursores das porfirinas, altamente solúveis em água, que concentram-se na urina. Na suspeita de porfiria neuropsiquiátrica aguda, o teste laboratorial mais indicado é a pesquisa de porfobilinogênio (PBG) em amostra de urina recente. Resultados falso- positivos ocorrem na presença de fenotiazinas, metildopa, urobilinogênio e ofloxacin. Recomenda-se, ainda, uma segunda amostra de PBG em urina recente para confirmação em caso de primeira amostra positiva. Na avaliação de porfiria neuropsiquiatricas crônica, o teste mais apropriado é da dosagem do PBG em urina de 24 horas. Deve-se lembrar que excreção aumentada de PBG pode
estar ausente no período intercrítico. A distinção dentre as formas neuropsiquiátricas é tradicionalmente baseada na análise fecal.


Material


Urina 24 Horas


Instruções


- Refrigerar a urina desde o início da coleta.
- Não fazer esforço físico durante a coleta.
- O paciente deve manter sua rotina diária.
- Não é necessário aumentar a ingestão de líquidos, exceto sob orientação médica.


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


Diagnóstico de infecção por Giardia lamblia. O quadro de giardíase está clinicamente associado à diarréia crônica, flatulência, anorexia, déficit ponderal, ausência de febre e presença de trofozoítos e cistos nas fezes. É uma infecção comum no mundo todo, ocorrendo por transmissão fecal-oral (pode estar associada a surtos alimentares ou por contaminação da água).


Material


Fezes


Instruções


Fezes recente a fresco.


Utilidade


Usado para avaliar os níveis de plasminogênio em uma amostra de plasma. Durante a fibrinólise, a plasmina dissolve coágulos de fibrina para evitar coagulação excessiva e fluxo sanguíneo prejudicado.


Material


Plasma (Citrato)


Instruções


- Jejum de 8 horas.


Utilidade


O pH fecal indica se a reação das fezes é ácida ou básica.
Normalmente, a reação é neutra ou discretamente alcalina ou ácida.
Dietas ricas em carboidratos tornam as fezes ácidas; dietas ricas em proteínas as tornam alcalinas. Predominando a fermentação, a reação será ácida; no predomínio do processo de putrefação, a reação será alcalina.


Material


Fezes


Instruções


- Antes de coletar as fezes, se necessário, urinar no vaso sanitário para evitar a contaminação do material. Em casos de crianças utilizar coletor de urina, se necessário.
- Evitar o uso de talco, laxantes, antiácido, contraste oral ( utilizado em exames radiológicos) e supositórios nos 3 dias que antecedem ao exame e no dia da coleta.
- Defecar em vasilhame limpo e seco.


Utilidade


Diversas formas do antígeno prostático livre (fPSA) foram identificadas como formas precursoras do PSA (pró-PSA). Uma das formas, [-2]pró-PSA, tem sido determinada como a mais específica para câncer de próstata.
Quando as medições de p2PSA são combinadas com os testes Access Hybritech PSA e PSA livre, o índice resultante demonstra uma melhora significativa na especificidade clínica para a detecção do câncer de próstata, em relação ao PSA isolado em homens com 50 anos de idade ou mais com uma faixa de PSA de 2-10 ng/mL e sem achados suspeitos no exame de Toque retal (DRE). Este índice resultante, que indica uma probabilidade de câncer de próstata na biópsia do paciente, é conhecido como Índice de Saúde da Próstata ou phi.


Material


Soro


Instruções


- Jejum não obrigatório.
- Para realizar o exame, o cliente precisa atender às seguintes condições:
- não ter ejaculado nas últimas 48 horas;
- não ter feito exercício em bicicleta (ergométrica ou não) nos últimos dois dias;
- não ter andado de motocicleta nos últimos dois dias;
- não ter praticado equitação nos últimos dois dias;
- não ter usado supositório nos últimos três dias;
- não ter recebido sondagem uretral ou feito exame de toque retal nos últimos três dias;
- não ter feito cistoscopia nos últimos cinco dias;
- não ter realizado ultra-sonografia transretal nos últimos sete dias;
- não ter feito colonoscopia ou retossigmoidoscopia nos últimos 15 dias;
- não ter realizado estudo urodinâmico nos últimos 21 dias;
- não ter feito biópsia de próstata nos últimos 30 dias.
- não ter mantido relações sexuais com ejaculação nas últimas 48 horas.
- O uso de biotina e suplementos alimentares que contenham biotina devem ser suspensos 3 dias antes da coleta a critério médico.
- No caso de homens que tenham feito prostatectomia total (retirada total da próstata), o preparo não é necessário.


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


A determinação do pH urinário é útil no manejo de litíases, na terapia de alcalinização urinária e nos distúrbios hidroeletrolíticos.
Diminuição do pH é encontrado nas litíases úricas, xânticas e cistínicas e na acidose metabólica. Aumento ocorre na alcalose respiratória, infecção por bactérias ureáticas (Proteus), acidose tubular renal e terapias de alcalinização.


Material


Urina Isolada


Instruções


- Volume minimo 10mL.


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


Pro-insulina é produzida nas células beta das ilhotas e é clivada em insulina e peptídeo C anterior a sua liberação na circulação. Normalmente, uma pequena quantidade de pro-insulina (2 a 3%) escapa da conversão e é secretada juntamente com insulina durante a estimulação da célula beta. Entretanto, pacientes gravemente hiperinsulinemicos mostram até 40% de insulina imunoreativa como sendo material pro-insulina like. A pro-insulina tem uma ação levemente hipoglicemica. A desordem clinica que mais consistentemente resultada em níveis séricos elevados é o insulinoma. Níveis aumentados de pro-insulina tem sido reportados em pacientes com insuficiente renal crônica, hipertireoidismo e hiperinsulinemia familiar. Pode ser útil no diagnóstico da hipoglicemia factícia.


Material


Soro


Instruções


- Jejum obrigatório de 12 horas ou conforme orientação médica.


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


Este perfil equivale aos exames: TSH neonatal; Hemoglobinopatias; Fenilalanina (PKU); 17 OH Progesterona neonatal; Tripsina; Biotinidase.


Material


PAPEL FILTRO


Instruções


- Intervalo máximo entre uma mamada e outra.
- Colher preferencialmente entre 3º e o 30º dia de vida e, no máximo, até o 90º dia.
- Coletar antes do 3º dia de vida apenas caso exista solicitação médica.
- Caso o recém-nascido tenha recebido transfusão sanguínea, recomenda-se aguardar, no mínimo,120 dias para a coleta da triagem neonatal para hemoglobinopatias e galactosemia (particularmente G1FUT). Sugere-se aguardar, no mínimo , 10 dias para biotinidase, tripsina, TSH e fenilalanina. Para os demais analítos, o tempo ideal para a coleta não está bem estabelecido e deve-se colher conforme a orientação médica.


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


As plaquetas são os menores elementos morfológicos do sangue. Sua
determinação é rotineiramente indicada na avaliação de trombocitose,
plaquetopenias e alterações morfológicos em patologias congênitas ou
adquiridas.


Material


Sangue total EDTA


Instruções


- Jejum desejável de 4 horas.


Utilidade


A pesquisa de células LE foi o primeiro ensaio laboratorial utilizado para a pesquisa de anticorpos antinucleares (FAN). É um teste caracterizado por baixa reprodutibilidade e sensibilidade, interpretação complexa e técnica extremamente trabalhosa. Foi parte integrante dos critérios de classificação do Colégio Americano de Reumatologia para o Lúpus Eritematoso Sistêmico (LES). A pesquisa de células LE foi eliminada como critério de classificação do LES em 1997, devido ao desenvolvimento de métodos laboratoriais para a pesquisa de anticorpos antinucleares mais simples, reprodutíveis e sensíveis.
Atualmente, o método de escolha para a pesquisa do FAN é a imunofluorescência indireta utilizando como substrato as células HEp-2, uma linhagem de células tumorais derivadas de carcinoma de laringe humana, que tem como principal característica a alta sensibilidade.


Material


Soro


Instruções


- Jejum obrigatório de 8 horas.
- Intervalo entre mamadas para lactentes.


DOWNLOAD PDF
 

Material


Soro


Instruções


Jejum obrigatório de 8 horas.


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


O pró-BNP e o BNP (brain natriuretic peptide) são marcadores da função miocárdica, sendo úteis no diagnostico auxiliar, monitorização do tratamento e definição de prognostico na insuficiência cardíaca congestiva (ICC). Estes peptídeos natriuréicos são sintetizados e armazenados em resposta ao aumento da pressão transmural nas câmaras cardíacas. O pré-hormônio precursor do BNP é um polipeptídeo de peso molecular mais alto, o pró-BNP. Ensaios desenvolvidos para o fragmento N-terminal do pró-BNP (NT-proBNP) tem se mostrado tao eficazes como o BNP para evidenciar a disfunção ventricular. Apresentam sensibilidade de 82% e especificidade de 92% para diagnostico de ICC.


Material


Sangue total EDTA


Instruções


Jejum não obrigatório.


Utilidade





Material


Urina Isolada


Instruções


- Urina final de jornada.


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


O sangue oculto nas fezes é definido como a presença de sangue nas
fezes que requer testes bioquímicos para sua detecção. Pode ser
derivado do trato gastrintestinal alto, bem como do intestino delgado
e do colon. É utilizado como método de triagem do carcinoma coloretal
embora apresente sensibilidade baixa. O uso de anticorpo monoclonal
específico para hemoglobina humana apresenta vantagens: elimina
necessidade de dieta especial; não ha reação cruzada com hemoglobina
de outros animais; não ha efeito prozona.


Material


Fezes


Instruções


- Antes de coletar as fezes, se necessário, urinar no vaso sanitário para evitar a contaminação do material. Em casos de crianças utilizar coletor de urina, se necessário.
- Evitar o uso de laxantes, contraste oral ( utilizado em exames
radiológicos) e supositórios nos 3 dias que antecedem ao exame
e no dia da coleta.
- Defecar em vasilhame limpo e seco.
- Não colher durante o período menstrual ou quando houver hemorróidas sangrantes. Aguardar no mínimo 48 horas após o sangramento ter cessado.
- É recomendado não ingerir bebida alcoólica nos três dias que
antecedem ao teste.
- Medicamentos que podem causar sangramento gastrointestinal devem ter o seu uso suspenso 3 dias antes da coleta conforme orientação médica: aspirina, AAS, anti-inflamatórios não esteróide (ex.: diclofenaco), anticoagulantes, colchicina, reserpina, vitamina C, iodo, sulfato ferroso, contraste radiológico.
- A coleta das 3 amostras deve ser feita em dias alternados.


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


O sangue oculto nas fezes é definido como a presença de sangue nas
fezes que requer testes bioquímicos para sua detecção. Pode ser
derivado do trato gastrintestinal alto, bem como do intestino delgado
e do colon. É utilizado como método de triagem do carcinoma coloretal
embora apresente sensibilidade baixa. O uso de anticorpo monoclonal
específico para hemoglobina humana apresenta vantagens: elimina
necessidade de dieta especial; não ha reação cruzada com hemoglobina
de outros animais; não ha efeito prozona.


Material


Fezes


Instruções


- Antes de coletar as fezes, se necessário, urinar no vaso sanitário para evitar a contaminação do material. Em casos de crianças utilizar coletor de urina, se necessário.
- Evitar o uso de laxantes, contraste oral ( utilizado em exames
radiológicos) e supositórios nos 3 dias que antecedem ao exame
e no dia da coleta.
- Defecar em vasilhame limpo e seco.
- Não colher durante o período menstrual ou quando houver hemorróidas sangrantes. Aguardar no mínimo 48 horas após o sangramento ter cessado.
- É recomendado não ingerir bebida alcoólica nos três dias que
antecedem ao teste.
- Medicamentos que podem causar sangramento gastrointestinal devem ter o seu uso suspenso 3 dias antes da coleta conforme orientação médica: aspirina, AAS, anti-inflamatórios não esteróide (ex.: diclofenaco), anticoagulantes, colchicina, reserpina, vitamina C, iodo, sulfato ferroso, contraste radiológico.
- A coleta das 3 amostras deve ser feita em dias alternados.


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


O sangue oculto nas fezes é definido como a presença de sangue nas
fezes que requer testes bioquímicos para sua detecção. Pode ser
derivado do trato gastrintestinal alto, bem como do intestino delgado
e do colon. É utilizado como método de triagem do carcinoma coloretal
embora apresente sensibilidade baixa. O uso de anticorpo monoclonal
específico para hemoglobina humana apresenta vantagens: elimina
necessidade de dieta especial; não ha reação cruzada com hemoglobina
de outros animais; não ha efeito prozona.


Material


Fezes


Instruções


- Antes de coletar as fezes, se necessário, urinar no vaso sanitário para evitar a contaminação do material. Em casos de crianças utilizar coletor de urina, se necessário.
- Evitar o uso de laxantes, contraste oral ( utilizado em exames
radiológicos) e supositórios nos 3 dias que antecedem ao exame
e no dia da coleta.
- Defecar em vasilhame limpo e seco.
- Não colher durante o período menstrual ou quando houver hemorróidas sangrantes. Aguardar no mínimo 48 horas após o sangramento ter cessado.
- É recomendado não ingerir bebida alcoólica nos três dias que
antecedem ao teste.
- Medicamentos que podem causar sangramento gastrointestinal devem ter o seu uso suspenso 3 dias antes da coleta conforme orientação médica: aspirina, AAS, anti-inflamatórios não esteróide (ex.: diclofenaco), anticoagulantes, colchicina, reserpina, vitamina C, iodo, sulfato ferroso, contraste radiológico.
- A coleta das 3 amostras deve ser feita em dias alternados.


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


Diagnóstico da porfiria aguda intermitente.


Material


Urina


Instruções


- Colher 1ª urina da manhã ou urina com o mínimo de 4 horas de retenção urinária.
- Fazer higiene local com água e sabão, secar, desprezar o 1º jato e
coletar o jato do meio.
- Colher em frasco âmbar.


Utilidade


Avaliação dos distúrbios hidroeletrolíticos e ácidobásicos.



Material


Soro


Instruções


Jejum não obrigatório.
A coleta deve ser realizada no período da manhã, até as 11:30 horas.


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


Útil na avaliação do balanço hidroeletrolítico e acidobásico. Sua maior aplicação reside no diagnóstico diferencial das hipocalemias, no sentido de separar as de causa renal daquelas de origem não-renal. 


Material


Urina 24 horas


Instruções


- Não fazer esforço físico durante a coleta.
- O paciente deve manter sua rotina diária.
- Não é necessário aumentar a ingestão de líquidos, exceto sob orientação médica.
- A higienização da genitália é realizada com água e sabão neutro.
- Nas mulheres, lavar e secar sempre de frente para trás. Nos homens lavar retraindo o prepúcio para uma adequada limpeza do meato uretral.
- Refrigerar a urina de 24 horas desde o início da coleta.


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


É um teste intradérmico utilizado para avaliação da exposição ao Mycobacterium tuberculosis e da imunidade celular. Também pode ser utilizado para avaliar a resposta à vacina contra a tuberculose (BCG), embora não seja indicada de forma indiscriminada para esse fim. O PPD é uma proteina purificada derivada. O uso da tuberculina bruta (OT) e provas seriadas com diluições não mais são indicadas. A interpretação do PPD baseia-se no diâmetro do nódulo após 72 horas e deve ser criteriosa. Um resultado positivo nunca deve ser considerado diagnóstico de doença. Por outro lado, a reação negativa não afasta totalmente a possibilidade de infecção pelo M. tuberculosis. Aproximadamente 10% das crianças imunocompetentes com doença documentada por cultura não reagem inicialmente ao PPD. Nas pessoas vacinadas com BCG, temos dificuldades na sua interpretação, uma vez que a vacina pode positivá- lo. A reação cruzada com outras micobacterias pode determinar resultado falso-positivo. A repetição de testes em curto espaço de tempo pode amplificar (efeito booster) as reações subsequentes, transformando em reatores fortes os indivíduos inicialmente pouco reatogênicos. Considera-se, assim,viragem tuberculínica elevações acima de 8 a 10 mm entre dois testes. Resultados falso-negativos podem ocorrer em infecções iniciais (positiva-se após 10ª semana de infecção), imunodepressão (desnutrição, doença grave, uso de corticóides e imunodepressores, vacinas de vírus vivos, sarcoidose, blastomicose, SIDA, neoplasias, rubéola, sarampo, escarlatina), gravidez, senilidade, xerostomia e desidratação. Nas formas graves de tuberculose e na tuberculose pleural o PPD pode estar suprimido e retornar ao normal após inicio do tratamento. Alguns pacientes podem apresentar queda e desaparecimento da reação com o decorrer do tempo.


Instruções


- O exame consiste em aplicar o antígeno no braço do paciente e o mesmo deverá retornar nos próximos 3 dias, sempre no mesmo horário, o da aplicação, para realizar a leitura.

- O exame não será realizado caso o paciente tenha tomado as seguintes vacinas há menos de 30 dias: BCG, rubeóla, sarampo, caxumba, varicela ou febre amarela.
- O exame não será realizado se já fez o teste há menos de 30 dias.


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


A pneumocistose é a principal infecção pulmonar que acomete os portadores de AIDS não tratados, sendo responsável por 40% das pneumonias nestes pacientes. Também acomete outros imunodeprimidos: portadores de neoplasias, em uso de corticóides, e aqueles com doenças inflamatórias crônicas. O achado do pneumocystis carinii é o pilar do diagnóstico da pneumocistose, devido ao fato do P. carinii não se desenvolver em meios de cultivos. Quanto aos espécimes, o lavado broncoalveolar apresenta sensibilidade de 95% e a biópsia transbrônquica tem sensibilidade de 94%. No caso de pacientes com AIDS, 80% dos diagnósticos podem ser feitos com escarro induzido.


Material


Diversos (Escarro, aspirado traqueal, aspirado transtraqueal, lavado brônquico, lavado bronco-alveolar, líquido pleural)


Instruções


- Não realizamos a coleta dos materiais de lavado, aspirado e líquido pleural, pois trata-se de um procedimento médico.
- Escarro: Colher preferencialmente em sala aberta e bem ventilada. Colher preferencialmente pela manhã, ao se levantar e antes do desjejum. Lavar várias vezes a boca com água pura, gargarejando e bochechando abundantemente. Qualquer secreção nasal ou saliva, deve ser eliminada. Fazer várias inspirações profundas e tossir várias vezes, procurando obter o material do fundo do peito. Não usar pastas de dente ou antissépticos bucais.


DOWNLOAD PDF
 

Material


Soro


Instruções


- Jejum não obrigatório.


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


Os anticorpos anti-citoplasma de neutrófilos (ANCA) reagem com
componentes dos grânulos do citoplasma de neutrófilos e monócitos e estão associados com as vasculites sistêmicas de pequenos vasos. Estes anticorpos são detectados em duas etapas: uma etapa de triagem realizada pela técnica de imunofluorescência indireta (IFI) utilizando neutrófilos de doador normal e uma etapa confirmatória utilizando imunoensaios especficos para proteinase 3 (PR3) e mieloperoxidase (MPO). Toda fluorescência positva pela IFI, independentemente do padrão observado, deve ser confirmada com imunoensaios específicos para PR3 e MPO. Isso acontece porque PR3 e MPO são os auto-antígenos relevantes para o diagnostico das vasculites de pequenos vasos. ANCA estão presentes nos pacientes com Granulomatose de Wegener (70-80% PR3 e 10% MPO, sendo positivo em 90% dos pacientes com a forma generalizada e 60% com a forma localizada da doença), 70% dos pacientes com poliangiite microscópica (MPO), 60% dos pacientes com Sindrome de Churg Strauss (70-75% MPO e 25-30% PR3) e 80% dos pacientes com glomerulonefrite necrotizante pauci-imune (MPO). Várias
doenças auto-imunes (artrite reumatoide, lupus eritematoso sistêmico, síndrome de Felty), hepáticas (hepatite auto-imune, colangite esclerosante primária), inflamatórias (doença de Crhon, retocolite ulcerativa) e infecciosas (endocardite bacteriana, tuberculose pulmonar, fibrose cistica) podem cursar com ANCA positivo pela IFI (principalmente P-ANCA). Porém, nesses casos a reatividade e contra outros antígenos dos grânulos do citoplasma dos neutrófilos, os quais não são relevantes para o diagnostico das vasculites de pequenos vasos.
A reatividade contra a PR3 geralmente produz um padrão C-ANCA e a
reatividade contra a MPO produz um padrão P-ANCA na IFI, embora
raramente reatividade contra PR3 pode resultar em padrão P-ANCA e
contra MPO em padrão C-ANCA. Os níveis de ANCA podem ser úteis na
monitorização da atividade da doença. Frequentemente os níveis de ANCA são altos na apresentação, caem com o tratamento e aumentam
previamente a recidiva da Granulomatose de Wegener e poliangiite
microscópica.


Material


Soro


Instruções


- Jejum não obrigatório.


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


A proteína C é uma proteína anticoagulante natural. A deficiência hereditária de proteína C leva ao estado de hipercoagulabilidade com aumento do risco de trombose venosa. A deficiência tipo I é quantitativa. A deficiência tipo II resulta de distúrbio qualitativo da proteína C, mas freqüentemente com quantidades normais de proteína C. Assim existem ensaios antigênicos, que determinam a quantidade da proteína e ensaios funcionais. Uma vez que os ensaios funcionais identificam ambos os tipos de deficiência, os ensaios antigênicos só devem ser realizados se o ensaio funcional estiver diminuído, para que se defina precisamente o tipo da deficiência. Deficiências adquiridas são encontradas em casos de desordens hepáticas, terapia com anticoagulante oral, coagulação intravascular disseminada, deficiência de vitamina K, uso de anticoagulantes, doença hepática, nefropatia diabética, insuficiência renal crônica, fibrinólise, presença de anticoagulante lúpico e anticorpos anti-fosfolipideos. É desejável que o paciente não esteja usando anticoagulante oral por pelo menos duas semanas e heparina por 48 horas, sob orientações médicas. A proteína C é extremamente termossensível. Recém-nascido a termo ou prematuros sadios podem apresentar níveis diminuídos que devem atingir o nível normal na infância ou adolescência.


Material


Plasma Citratado


Instruções


- Jejum aconselhável de 4 horas.


DOWNLOAD PDF
 

Material


Soro


Instruções


- Jejum não obrigatório.


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


Diagnóstico da ovulação; avaliação funcional do corpo lúteo; monitoramento da terapia de substituição da progesterona. 


Material


Soro


Instruções


- Jejum desejável de 4 horas.
- Para mulheres: a coleta do sangue deve preferencialmente ser realizada entre o 20º e o 24º dia do ciclo menstrual, ou conforme orientação médica.
- A coleta deve ser realizada no período da manhã, até as 11:30 horas.


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


A Primidona é um anticonvulsivante utilizado nas crises convulsivas tônico-clônicas e parciais. Seu metabolismo é hepático, sendo seu principal metabólito ativo o fenobarbital, que também deve ser monitorado durante o uso da Primidona. Após sua absorção, o pico plasmático ocorre em 3 e 6 horas. Apresenta meia-vida de 4 a 12 horas, estando 20 a 30 % da droga ligada às proteínas plasmáticas. A Primidona e seus metabólitos são indutores enzimáticos. Pacientes metabolizadores rápidos apresentam meia-vida mais curta da droga. Primidona diminui os níveis de anticoagulantes e anticoncepcional oral. Pacientes com insuficiência renal, em uso de ácido valpróico e clonazepam tendem a níveis mais elevados de Primidona. A razão Fenobarbital/Primidona ótima é de 2,5 , podendo ser mais elevada se o paciente estiver usando outros anticonvulsivantes.


Material


Soro


Instruções


- Jejum alimentar desejável de 4 horas ou conforme orientação médica.
- A coleta ideal deve ser realizada imediatamente antes da administração da próxima dose do medicamento ou conforme orientação médica.
- Caso o medicamento seja tomado apenas uma vez ao dia, a coleta deve ser feita pelo menos 12 horas após a medicação.


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


Este teste permite uma avaliação da fragilidade capilar. Consegue-se com compressão do esfigmomanômetro do braco, aumento da pressão nos capilares e anoxia, sendo que nos casos positivos, surgem petéquias no antebraço. Um teste positivo pode ocorrer em trombocitopenias, reações vasculares toxicas para anormalidades vasculares hereditárias, disjunções plaquetárias. É utilizado no diagnostico do dengue hemorrágica.


Instruções


- Jejum não obrigatório.
- Medicamentos contendo aspirina, Ticlid, derivados de Acido acetil salicilico (AAS) podem interferir no resultado. A suspensão de medicamentos somente pode ser feita com consentimento do medico, caso contrario informar o uso.


DOWNLOAD PDF
 
1 |  2 |  3 |  4 |  5 |  6 |  7 |  8 |  9 |  10 |  11 |  12 |  13 |  14 |  15 |  16 |  17 |  18 |  19 |  20 |  21 |  22 |  23 |  24 |  25 |  26 |  27 |  22 Páginas de 27
VOLTAR