EXAMES E SERVIÇOS

Os equipamentos utilizados para a realização dos exames contam com alta tecnologia e uma equipe de multiprofissionais amplamente qualificados.

Esta estrutura permite que realizemos mais de 1.000 tipos de exames relacionados.

 

Buscar exames

Mnemônico + -
Descrição + -

Utilidade


Confirmação laboratorial em quadro de leishmaniose visceral.



Material


Soro


Instruções


- Jejum não obrigatório.


DOWNLOAD PDF
 

Material


Soro


Instruções


- Jejum não obrigatório.


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


Confirmação laboratorial em quadro de leishmaniose visceral.



Material


soro


Instruções


- Jejum não obrigatório.


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


A leptina é um hormônio peptídico , produzido principalmente pelos adipócitos ou células gordurosas, sendo que sua concentração varia de acordo com a quantidade de tecido adiposo. Na obesidade, os níveis de leptina estão aumentados. Além de seu conhecido efeito sobre o controle do apetite, evidências atuais demonstram que a leptina está envolvida no controle da massa corporal, reprodução, angiogênese, imunidade, cicatrização e função cardiovascular.


Material


Soro


Instruções


- Jejum desejável de 4 horas.
- Informar no momento do cadastro peso e altura.


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


Indica o número de neutrófilos, bastões ou segmentados, linfócitos, monócitos, eosinófilos e basófilos presentes no sangue.


Material


Sangue total EDTA


Instruções


Jejum desejável de 4 horas.


Material


Soro


Instruções


- Colher antes da próxima dose da medicação ou conforme orientação médica.
- Jejum não obrigatório.


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


O LH é o hormônio estimulador das células intersticiais, nos ovários e nos testículos. No sexo feminino, seu grande aumento no meio do ciclo induz a ovulação. Se for dosado de maneira seriada, pode determinar a data da ovulação. É secretado de maneira pulsátil, o que
parece ser fundamental para a sua ação. A interpretação de uma única
medida pode ser de limitado auxílio clínico. Níveis aumentados de LH
com FSH normal ou baixo podem ocorrer com obesidade, hipertireoidismo
e doença hepática. Eleva-se nas patologias primariamente gonadais,
mostrando-se em níveis baixos nos hipogonadismos de origem hipofisária e hipotalâmica. Na Síndrome dos Ovários Policísticos pode encontrar-se em valores acima do normal, valorizando-se a relação LH/FSH maior que 2 como sugestiva de diagnóstico. Eleva-se na menopausa mais tardiamente que o FSH.


Material


Soro


Instruções


- Jejum não obrigatório.
- Para mulheres: a coleta do sangue deve preferencialmente ser realizada entre o 2º e o 5º dia do ciclo menstrual, ou conforme orientação médica.
- A coleta deve ser realizada no período da manhã, até as 11:30 horas.


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


Útil para no diagnóstico, no tratamento e no acompanhamento das disfunções metabólicas dos lipídios (dislipidemias), frequentemente associadas a quadros de obesidade.


Material


Soro


Instruções


Jejum não obrigatório.
A coleta deve ser realizada no período da manhã, até as 11:30 horas.


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


Os lípides totais provem da absorção intestinal das gorduras e da síntese hepática e encontram-se no plasma sob a forma de complexos lipídicos e lipoprotéicos. Elevações são encontradas nas hipertrigliricidemias, hipercolesterolemias e hiperfosfolipidemias. Níveis baixos são encontrados na má absorção intestinal,
abetalipoproteinemia e doença de Tangier.


Material


Soro


Instruções


- Jejum obrigatório igual ou superior a 12 horas com prazo máximo de 16 horas ou conforme orientação médica.
- Para coletas com jejum inferior a 9 horas o paciente deve assinar um termo de responsabilidade no momento do cadastro.
- É recomendável a abstinência de álcool 72 horas antes da coleta, pois o álcool, qualquer tipo ou quantidade, pode interferir no exame.
- A coleta deve ser realizada no período da manhã, até as 11:30 horas.


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


Listeria monocytogenes, é um bacilo gram-positivo que causa aborto, meningite neonatal ou puerperal, septicemia ou meningites em imunodeprimidos. Os resultados das reações sorológicas devem ser interpretados com cautela, pois reações cruzadas são frequentes em decorrência de determinantes antigênicos comuns entre a L. monocytogenes e bacterias gram-positivas. O teste de aglutinação apresenta sensibilidade de 32% nos quadros de
meningoencefalite e/ou septicemia. O resultado de uma amostra nem sempre é conclusivo, devendo-se sempre realizar duas coleta, com 15 dias de intervalo. Uma elevação de quatro vezes nos títulos é sugestivo de infecção recente. No caso de aborto, o isolamento em
cultura do material curetado confirma o diagnóstico.
Interpretação dos resultados: Os antígenos de Listeria usados na reação são referentes às estirpes de Listeria do tipo 1
e 4b dos antígenos celulares O e antígenos flagelares H. Os critérios de interpretação de resultados deve-se levar em consideração a possibilidade de reações cruzadas como a
produção de anticorpos pelo paciente referente a outras bactérias gram-positivas, como estafilococos e estreptococos.
A soro-conversão na infecção por Listeria é representada por títulos iguais ou maiores que 1:320, ou por aumento de 4 ou mais vezes no soro. No decurso da infecção, os anticorpos
celulares anti-O são os primeiros a aparecer, seguidos 10 a 15 dias mais tarde dos anticorpos flagelares anti-H. A presença isolada de anti-O pode indicar início de uma infecção ou uma reação cruzada. A presença simultânea de anti-O e anti-H é significativa para uma infecção atual e a presença de apenas anti-H testemunha uma infecção antiga. A presença de anti-O não seguida de anti-H pode indicar uma reação cruzada. O padrão-ouro para o diagnóstico é o encontro da bactéria em cultura de amostras de sítios estéreis mas, em alguns casos, a aglutinação é útil para o diagnóstico.


Material


Soro


Instruções


- Jejum obrigatório de 8 horas.
- Intervalo entre mamadas para lactentes.


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


Monitoramento dos níveis de lítio em pacientes medicados com carbonato de lítio (monitorização terapêutica do lítio).


Material


Soro


Instruções


- Jejum não obrigatório.
- Informar, no momento do cadastro, medicamentos em uso, dia e hora da última dose.
- A coleta ideal deve ser realizada imediatamente antes da administração da próxima dose do medicamento ou conforme orientação médica.
- Caso o medicamento seja utilizado apenas uma vez ao dia, a coleta deve ser efetuada no mínimo 12 horas após a última dose (12 a 24 horas após tomada).


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


É uma lipoproteína plasmática com composição muito similar à LDL. É
formada por dois constituintes: apo B-100 (principal componente
estrutural do LDL e VLDL) e apo (a) que apresenta grande
heterogeneidade estrutural, o que pode interferir na sua determinação
e, por vezes, impossibilitá-la. Níveis de Lp (a) são determinados
geneticamente, podendo ter grandes variações entre indivíduos de uma
mesma população. Lp(a) parece estar associada à doença coronariana.
Não é recomendado para triagem indiscriminada, mas sim, para
indivíduos com historia familiar de doença coronariana, acidente
vascular cerebral e dislipidemia. Níveis elevados de Lp (a) também são encontrados na pré-eclâmpsia, perda fetal recorrente, insuficiência renal e tromboembolismo.


Material


Soro


Instruções


- Jejum não obrigatório.


DOWNLOAD PDF
 

Material


Liquido Pericárdio


Instruções


- Não realizamos a coleta do material pois trata-se de um procedimento médico.


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


Leucócitos não são encontrados normalmente no material fecal, razão pela qual sua presença indica processo infeccioso (invasão tissular) ou inflamatório do trato intestinal. - Leucócitos fecais em número aumentado costumam ser indicativos da presença de E. coli invasora, Salmonella, Shigella, e Yersinia, assim como de amebíase, colite ulcerativa, colite associada a antibiótico, colite pseudomembranosa e doenças inflamatórias intestinais idiopáticas. - Em algumas infecções bacterianas, infecções virais e giardíase, podemos não detectar presença de leucócitos nas fezes.


Material


Fezes


Instruções


- Antes de coletar as fezes, se necessário, urinar no vaso sanitário para evitar a contaminação do material. Em casos de crianças utilizar coletor de urina, se necessário.
- Evitar o uso de laxantes, antiácidos, contraste oral (utilizado em exames radiológicos) e supositórios nos 3 dias que antecedem ao exame e no dia da coleta.


DOWNLOAD PDF
 

Material


Liquido Pleural


Instruções


- Não realizamos a coleta do material pois trata-se de um procedimento médico.


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


Diagnóstico de pancreatites. A lipase tem sensibilidade e especificidade maior que a amilase para o diagnóstico de pancreatites (em parotidites não está aumentada). Valores aumentados: pancreatites (permanece elevada mais tempo que a amilase em fase aguda de pancreatite), cistos ou pseudocistos pancreáticos, peritonites.


Material


Soro


Instruções


Jejum não obrigatório.
A coleta deve ser realizada no período da manhã, até as 11:30 horas.


DOWNLOAD PDF
 

Material


Soro


Instruções


- Jejum desejável de 4 horas.


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


Diagnóstico sorológico de infecções por Leptospira sp. A sorologia para o diagnóstico é de grande importância, uma vez que as manifestações clínicas da doença são polimórficas, dificultando, na maioria das vezes, a confirmação diagnóstica. Os anticorpos IgM são detectados 4 a 5 dias após os sintomas clínicos, podendo permanecer durante meses. O diagnóstico de leptospirose se baseia na história, no quadro clínico e nos resultados dos exames laboratoriais solicitados.


Material


Soro


Instruções


- Jejum desejável de 4 horas.


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


Diante da suspeita clínica de leptospirose bem como no diagnóstico diferencial das síndromes febris (como a dengue). 


Material


Soro


Instruções


- Jejum não obrigatório.


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


Na sífilis primaria os teste VDRL e FTA-ABS (imunofluorescência indireta) positivam-se depois do cancro duro, com sensibilidade de 85%. Na sífilis secundária a sensibilidade da sorologia é de 99%. Na sífilis terciária, VDRL tem sensibilidade de 70% e FTA-ABS de 98%. VDRL: teste não treponêmico, utiliza como antígeno a cardiolipina que normalmente ocorre no soro em níveis baixos e apresenta-se elevado na sifilis. O VDRL é uma reação de floculação, apresentando alta sensibilidade e baixa especificidade. Torna-se positivo duas semanas após o cancro. Falso-negativos podem ocorrer na sífilis tardia. Entre 1 e 40% dos resultados de VDRL são falso-positivos: idosos, portadores de doenças auto-imunes, malária, mononucleose, brucelose, hanseníase, hepatites, portadores HIV, leptospirose, viciados em drogas, outras infecções bacterianas, vacinações e gravidez. Falso-positivos mostram títulos em geral ate 1:4, mas títulos maiores podem ser encontrados. Na avaliação do tratamento observa-se que na sífilis primária e secundaria, os títulos caem cerca de quatro vezes em três meses e oito vezes em seis meses, negativando-se em um a dois anos. A persistência de títulos elevados ou a não redução em quatro vezes dos títulos, após um ano de tratamento, pode indicar novo tratamento. Resultados positivos de VDRL no liquor são encontrados em 50% a 60% dos casos de neurosífilis, com especificidade em torno de 99%. Após tratamento, títulos caem entre três e seis meses, podendo demorar anos para negativarem. Linfocitose e aumento das proteínas são evidências de neurosífilis ativa. Testes treponêmicos: os testes de imunofluorescência (FTA-ABS) apresentam especificidade entre 96 e 99%. Menos de 1% dos indivíduos saudáveis tem FTA-ABS positivo, porém falso-positivos podem ocorrer em doenças auto-imunes, gravidez, hanseníase, malaria, mononucleose, leptospirose e infecções por outros treponemas. O imunoensaio enzimático tem estreita correlação com os resultados do FTA-ABS, apresentando como vantagem maior reprodutibilidade.


Instruções


Não há necessidade de jejum.


Utilidade


Os testes para quantificação de IgE específica tem por finalidade
identificar o(s) alérgeno(s) responsável por manifestações clínicas de
alergia: manifestações respiratórias, cutâneas, alimentares, e também
hipersensibilidade a drogas.
São ferramentas importantes utilizadas no auxílio do diagnóstico de
alergia, quando há história clínica sugestiva.
O IgE específico pesquisa um único alérgeno, enquanto o IgE múltiplo
constitui um grupo de alérgenos pesquisados em conjunto.


Material


Soro


Instruções


- Jejum não obrigatório.


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


Avaliação de distúrbios hidro-eletrolíticos. É o quarto mais abundante cátion no organismo e 1% está contido no líquido extracelular.


Material


Soro


Instruções


Jejum não obrigatório.
A coleta deve ser realizada no período da manhã, até as 11:30 horas.


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


É o nome dado à detecção de pequenas quantidades de proteínas na urina (30 a 300 mg/24 horas) que tem importância no diagnóstico e na evolução da nefropatia diabética, por indicar lesão potencialmente reversível. Também utilizada para detecção de albuminúria em pacientes com pré- eclâmpsia, hipertensão e lúpus eritematoso. Em geral, prediz em 1 a 5 anos o aparecimento de proteinúria franca. Tratamento clínico rigoroso pode retardar o aparecimento e a progressão da microalbuminúria. Excreção elevada pode ser encontrada em grávidas, após exercícios físicos, em quadros inflamatórios e infecciosos, na infecção urinária, na presença de hematúria e proteinúria postural benigna. Pode ser realizado em amostra recente (corrigido pela creatinina) e em urinas coletados em 12 ou 24 horas. Variações individuais de até 30% podem ocorrer. Na presença de proteinúria franca, valores de microalbuminúria podem ser falsamente baixos devido à ocorrência de "efeito gancho".



Material


Urina Isolada


Instruções


- Colher preferencialmente no laboratório a 1ª urina da manhã ou com intervalo de 4 horas entre as micções.
- Fazer higiene da genitália com água e sabão, secar.
- Para urina recente (jato médio), desprezar o 1º jato de urina e coletar o jato do meio.
- Manter a rotina normal de ingestão de líquidos, evitando excessos.


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


O dialdeído malônico (MDA) é um produto final da lipoperoxidação lipídica. Contribui para a reação inflamatória por ativação de citocinas proinflamatórios, como o TNF-Beta e a IL-8.


Material


Soro


Instruções


Jejum não obrigatório.


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade




Material


Liquido Mamário


Instruções


- Não realizamos a coleta por se tratar de um procedimento médico.
- Trazer o material e o pedido médico.


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


O manganês é um metal de cor cinzenta, empregado na produção de ligas, baterias, vidros, tintas, borrachas, cerâmicas, ligas de solda, como preservativo para madeira e borracha, como fungicida. O manganês é amplamente encontrado na natureza. A inalação do metal pode provocar irritação, infecções do trato respiratório e pneumonite. Os fumos de óxido de manganês pode levar ao quadro de febre dos metais. A monitoração do manganês no sangue e na urina auxilia a confirmação da exposição ao metal, mas não se correlaciona com exposição passada ou intoxicação crônica pelo metal.




Material


Urina Isolada


Instruções


- Coletar urina do início do último dia da jornada de trabalho (recomenda-se evitar o primeiro dia de jornada da semana).
- Manter amostra refrigerada desde o momento da coleta.


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


Trata-se da forma polimétrica da prolactina, de alto peso molecular, que e reconhecida pelos imunoensaios para prolactina. As diferentes formas de PRL, monomérica (little) e polimétricas (big e big big prolactina-macroprolactina) podem coexistir no mesmo individuo. Na maioria dos portadores da macroprolactina, os níveis de PRL são menores que 100ng/mL. A macroprolactina pode estar presente em indivíduos de ambos os sexos com hiperprolactinemia laboratorial e função gonodal normal, embora haja relato de desordens menstruais e galactorréia em alguns pacientes com macroprolactina, sugerindo que ela tenha alguma atividade biológica. E possível a associação de macroprolactina com qualquer outra causa de hiperprolactinemia e ela pode responder por ate 26% dos casos de hiperprolactinemia.
O método de precipitação com polietilenoglicol (PEG) e utilizado como screening para a presença de macropolactinemia associado a hiperprolactinemia assintomática, que ocorre devido a presença de outras formas circulantes de prolactina de maior peso molecular.
Monômero de prolactina: 23-kDa. Outras formas circulantes: 50 a 60-kDa (Big-Prolactina) 150 a 170-kDa (Big-big prolactina).


Material


Soro


Instruções


- Jejum não obrigatório.
- Repouso obrigatório de 30 minutos caso o paciente tenha feito exercício físico.


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


Avaliação de distúrbios hidroeletrolíticos (normalmente associada a hipocalcemia e hipopotassemia), alterações da absorção intestinal, pancreatite, insuficiência renal e monitoramento do tratamento com magnésio durante a toxemia gravídica. Os níveis de magnésio devem ser avaliados durante o tratamento de longa duração com medicamentos que diminuem os níveis deste elemento como a cisplatina, anfotericina B, aminoglicosídeos e furosemida.




Material


Urina de 24 horas


Instruções


- Não fazer esforço físico durante a coleta.
- O cliente deve manter sua rotina diária.
- Não é necessário aumentar a ingestão de líquidos, exceto sob orientação médica.
- Mulheres: não realizar a coleta de urina no período menstrual.


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


A hemocromatose hereditária é uma doença genética comum, com padrão de herança autossômico recessivo, causada por mutações no gene HFE.
Geralmente os sinais e sintomas da doença aparecem após os 40 anos, caracterizando-se pelo aumento do ferro circulante e pelo aumento do depósito de ferro em órgãos e tecidos, o que produz alterações funcionais e metabólicas importantes. Os órgãos mais frequentemente afetados são o fígado, coração, pâncreas e hipófise.
O diagnóstico laboratorial é feito pela elevação da ferritina sérica e pelo aumento da saturação da transferrina, confirmados pelo aumento do depósito de ferro no fígado ou mutações do gene HFE.


Material


Sangue total em EDTA


Instruções


- Jejum não obrigatório.
- Obrigatório preenchimento pelo médico do questionário para testes genéticos.


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


Usado para o diagnóstico complementar das infecções causadas por
protozoários do filo Microspora. Adultos jovens desenvolvem infecção
subclínica, enquanto crianças podem desenvolver quadros agudos. A
infecção é mais importante em indivíduos imunocomprometidos,
principalmente portadores de SIDA, onde estão associados diversos
quadros: enteropatia, conjuntivite, sinusite, traqueobronquite,
encefalite, nefrite intersticial, hepatite, osteomielite e miosite. O
Enterocyton bieneusi é o principal causador da doença intestinal. O
esfregaço fecal corado com Chromotrope 2R não permite a identificação
da espécie.


Material


Fezes


Instruções


- Antes de coletar as fezes, se necessário, urinar no vaso sanitário
para evitar a contaminação do material. Em casos de crianças utilizar
coletor de urina, se necessário.
- Evitar o uso de talco, laxantes, antiácidos, contraste oral (utilizado em exames radiológicos) e supositórios nos 3 dias que
antecedem ao exame e no dia da coleta.


DOWNLOAD PDF
 
1 |  2 |  3 |  4 |  5 |  6 |  7 |  8 |  9 |  10 |  11 |  12 |  13 |  14 |  15 |  16 |  17 |  18 |  19 |  20 |  21 |  22 |  23 |  24 |  25 |  26 |  27 |  19 Páginas de 27
VOLTAR