EXAMES E SERVIÇOS

Os equipamentos utilizados para a realização dos exames contam com alta tecnologia e uma equipe de multiprofissionais amplamente qualificados.

Esta estrutura permite que realizemos mais de 1.000 tipos de exames relacionados.

 

Buscar exames

Mnemônico + -
Descrição + -

Utilidade


O pH fecal indica se a reação das fezes é ácida ou básica.
Normalmente, a reação é neutra ou discretamente alcalina ou ácida.
Dietas ricas em carboidratos tornam as fezes ácidas; dietas ricas em proteínas as tornam alcalinas. Predominando a fermentação, a reação será ácida; no predomínio do processo de putrefação, a reação será alcalina.


Material


Fezes


Instruções


- Antes de coletar as fezes, se necessário, urinar no vaso sanitário para evitar a contaminação do material. Em casos de crianças utilizar coletor de urina, se necessário.
- Evitar o uso de talco, laxantes, antiácido, contraste oral ( utilizado em exames radiológicos) e supositórios nos 3 dias que antecedem ao exame e no dia da coleta.
- Defecar em vasilhame limpo e seco.


Utilidade


A determinação do pH urinário é útil no manejo de litíases, na terapia de alcalinização urinária e nos distúrbios hidroeletrolíticos.
Diminuição do pH é encontrado nas litíases úricas, xânticas e cistínicas e na acidose metabólica. Aumento ocorre na alcalose respiratória, infecção por bactérias ureáticas (Proteus), acidose tubular renal e terapias de alcalinização.


Material


Urina


Utilidade


As plaquetas são os menores elementos morfológicos do sangue. Sua
determinação é rotineiramente indicada na avaliação de trombocitose,
plaquetopenias e alterações morfológicos em patologias congênitas ou
adquiridas.


Material


Sangue total EDTA


Instruções


- Jejum desejável de 4 horas.


Utilidade


O pró-BNP e o BNP (brain natriuretic peptide) são marcadores da função miocárdica, sendo úteis no diagnostico auxiliar, monitorização do tratamento e definição de prognostico na insuficiência cardíaca congestiva (ICC). Estes peptídeos natriuréicos são sintetizados e armazenados em resposta ao aumento da pressão transmural nas câmaras cardíacas. O pré-hormônio precursor do BNP é um polipeptídeo de peso molecular mais alto, o pró-BNP. Ensaios desenvolvidos para o fragmento N-terminal do pró-BNP (NT-proBNP) tem se mostrado tao eficazes como o BNP para evidenciar a disfunção ventricular. Apresentam sensibilidade de 82% e especificidade de 92% para diagnostico de ICC.


Material


Sangue total EDTA


Instruções


Jejum não obrigatório.


Utilidade




Material


Urina


Instruções


- Urina final de jornada.


Utilidade


Diagnóstico da porfiria aguda intermitente.


Material


Urina


Instruções


- Colher 1ª urina da manhã ou urina com o mínimo de 4 horas de retenção urinária.
- Fazer higiene local com água e sabão, secar, desprezar o 1º jato e
coletar o jato do meio.
- Colher em frasco âmbar.


Utilidade


Avaliação dos distúrbios hidroeletrolíticos e ácidobásicos.


Material


Soro


Instruções


Jejum não obrigatório.


Utilidade


Útil na avaliação do balanço hidroeletrolítico e acidobásico. Sua maior aplicação reside no diagnóstico diferencial das hipocalemias, no sentido de separar as de causa renal daquelas de origem não-renal. 


Material


Urina 24H


Instruções


- Não fazer esforço físico durante a coleta.
- O cliente deve manter sua rotina diária.
- Não é necessário aumentar a ingestão de líquidos, exceto sob orientação médica.
- A higienização da genitália é realizada com água e sabão neutro.
- Nas mulheres, lavar e secar sempre de frente para trás. Nos homens lavar retraindo o prepúcio para uma adequada limpeza do meato uretral.
- Refrigerar a urina de 24 horas desde o início da coleta.
- Informar todo o volume urinário coletado no período de 24 horas.


Utilidade


Os anticorpos anti-citoplasma de neutrófilos (ANCA) reagem com
componentes dos grânulos do citoplasma de neutrófilos e monócitos e
estão associados com as vasculites sistêmicas de pequenos vasos. Estes
anticorpos são detectados em duas etapas: uma etapa de triagem
realizada pela técnica de imunofluorescência indireta (IFI) utilizando
neutrófilos de doador normal e uma etapa confirmatória utilizando
imunoensaios especficos para proteinase 3 (PR3) e mieloperoxidase
(MPO). Toda fluorescência positva pela IFI, independentemente do
padrão observado, deve ser confirmada com imunoensaios específicos
para PR3 e MPO. Isso acontece porque PR3 e MPO são os auto-antígenos
relevantes para o diagnostico das vasculites de pequenos vasos. ANCA
estão presentes nos pacientes com Granulomatose de Wegener (70-80% PR3
e 10% MPO, sendo positivo em 90% dos pacientes com a forma
generalizada e 60% com a forma localizada da doença), 70% dos
pacientes com poliangiite microscópica (MPO), 60% dos pacientes com
Sindrome de Churg Strauss (70-75% MPO e 25-30% PR3) e 80% dos
pacientes com glomerulonefrite necrotizante pauci-imune (MPO). Várias
doenças auto-imunes (artrite reumatoide, lupus eritematoso sistêmico,
síndrome de Felty), hepáticas (hepatite auto-imune, colangite
esclerosante primária), inflamatórias (doença de Crhon, retocolite
ulcerativa) e infecciosas (endocardite bacteriana, tuberculose
pulmonar, fibrose cistica) podem cursar com ANCA positivo pela IFI
(principalmente P-ANCA). Porém, nesses casos a reatividade e contra
outros antígenos dos grânulos do citoplasma dos neutrófilos, os quais
não são relevantes para o diagnostico das vasculites de pequenos vasos.
A reatividade contra a PR3 geralmente produz um padrão C-ANCA e a
reatividade contra a MPO produz um padrão P-ANCA na IFI, embora
raramente reatividade contra PR3 pode resultar em padrão P-ANCA e
contra MPO em padrão C-ANCA. Os níveis de ANCA podem ser úteis na
monitorização da atividade da doença. Frequentemente os níveis de ANCA
são altos na apresentação, caem com o tratamento e aumentam
previamente a recidiva da Granulomatose de Wegener e poliangiite
microscópica.


Material


Soro


Instruções


- Jejum não obrigatório.


Utilidade


Diagnóstico da ovulação; avaliação funcional do corpo lúteo; monitoramento da terapia de substituição da progesterona. 


Material


Soro


Instruções


- Jejum desejável de 4 horas.
- Para mulheres: a coleta do sangue deve preferencialmente ser realizada entre o 20º e
o 24º dia do ciclo menstrual, ou conforme orientação médica.


Utilidade


Avaliação de tumores hipofisários (prolactinomas) e controle pós-tratamento; anormalidades hipotalâmicas; estudos de infertilidade, amenorréia, galactorréia e impotência.


Material


Soro


Instruções


- Jejum não obrigatório.


Utilidade


Diferenciação entre HBP (hiperplasia benigna da próstata) e câncer de próstata. O uso da dosagem de PSA livre/PSA total pode reduzir o número de biópsias desnecessárias em pacientes com níveis de PSA total entre 4,0 e 10,0 ng/mL. Níveis >25% (0.25): sugestivo de hipertrofia benigna. Níveis 70 anos 0-6.5 ng/mL Bibliografia: Caplan A, Kratz A.


Material


Soro


Instruções


- Jejum não obrigatório.


Utilidade


O sangue oculto nas fezes é definido como a presença de sangue nas
fezes que requer testes bioquímicos para sua detecção. Pode ser
derivado do trato gastrintestinal alto, bem como do intestino delgado
e do colon. É utilizado como método de triagem do carcinoma coloretal
embora apresente sensibilidade baixa. O uso de anticorpo monoclonal
específico para hemoglobina humana apresenta vantagens: elimina
necessidade de dieta especial; não ha reação cruzada com hemoglobina
de outros animais; não ha efeito prozona. Uso de bebidas alcoólicas e
medicamentos anti-inflamatórios devem ser suspendidos idealmente 3
dias antes da coleta ou conforme orientação médica.


Material


Fezes


Instruções


- Antes de coletar as fezes, se necessário, urinar no vaso sanitário
para evitar a contaminação do material. Em casos de crianças utilizar
coletor de urina, se necessário.
- Evitar o uso de laxantes, contraste oral ( utilizado em exames
radiológicos) e supositórios nos 3 dias que antecedem ao exame
e no dia da coleta.
- Defecar em vasilhame limpo e seco.
- Não colher durante o período menstrual ou quando houver hemorróidas
sangrantes. Aguardar no mínimo 48 horas após o sangramento ter
cessado.
- É recomendado não ingerir bebida alcoólica nos três dias que
antecedem ao teste.
- Verificar medicamentos em uso:
Medicamentos que podem causar sangramento gastrointestinal e devem ter
o seu uso suspenso 3 dias antes da coleta ou conforme orientação médica (o medicamento so
pode ser suspenso após orientação médica): aspirina, AAS, anti-
inflamatórios não esteróide (ex.: diclofenaco), anticoagulantes,
colchicina, reserpina, vitamina C, iodo, sulfato ferroso, contraste
radiológico.


Utilidade


Os açúcares não absorvidos na porção alta do intestino delgado são detectados como corpos redutores nas fezes. Trata-se de um teste de triagem cuja positividade denota a deficiência de dissacaridases (sacarose, lactose, maltose), diferenciando diarreia secretora de osmótica (secundária a intolerância aos carboidratos). Fermentação bacteriana pode levar a falso-positivos.


Material


Fezes frescas


Instruções


- Antes de coletar as fezes, se necessário, urinar no vaso sanitário para evitar a contaminação do material. Em casos de crianças utilizar coletor de urina, se necessário.
- Evitar o uso de talco, laxantes, antiácidos, contraste oral ( utilizado em exames radiológicos) e supositórios nos 3 dias que antecedem ao exame e no dia da coleta.
- Defecar em vasilhame limpo e seco.


Utilidade


Diferenciação entre HBP (hiperplasia benigna da próstata) e câncer de próstata.


Material


Soro


Instruções


- Jejum não obrigatório.


Utilidade


Avaliação das hipoproteinemias e hiperproteinemias.


Material


Soro


Instruções


- Jejum não obrigatório.


Utilidade


Diagnóstico diferencial das hipercalcemias, hiperparatireoidismo primário, hiperparatireoidismo secundário, hipoparatireoidismo e pseudohipoparatireoidismo.


Material


Soro


Instruções


- Jejum não obrigatório.


Utilidade


Avaliação da perda protéica urinária; indicador de doença renal. Habitualmente indivíduos normais não apresentam proteinúria.


Material


Urina 24 Horas


Instruções


- Informar volume urinário, horário inicial e final da coleta.
- Não fazer esforço físico durante a coleta.
- O cliente deve manter sua rotina diária.
- Não é necessário aumentar a ingestão de líquidos, exceto sob orientação médica.
- Mulheres: não realizar a coleta de urina no período menstrual.
- A higienização da genitália é realizada com água e sabão neutro.
- Nas mulheres, lavar e secar sempre de frente para trás. Nos homens lavar retraindo o prepúcio para uma adequada limpeza do meato uretral.
- Refrigerar a urina desde o início da coleta.
- Informar todo o volume urinário coletado no período de 24 horas.
- Investigar se o paciente seguiu as instruções corretamente ou se tem algum problema que cause excesso de urina, por exemplo: diabetes.


Utilidade




Material


Urina


Instruções


Colher preferencialmente no laboratório a 1ª urina da manhã ou com intervalo de 4 horas entre as micções. Fazer higiene da genitália com água e sabão, secar, desprezar o 1º jato de urina e coletar o jato do meio.


Utilidade


Os testes para quantificação de IgE específica tem por finalidade
identificar o(s) alérgeno(s) responsável por manifestações clínicas de
alergia: manifestações respiratórias, cutâneas, alimentares, e também
hipersensibilidade a drogas.
São ferramentas importantes utilizadas no auxílio do diagnóstico de
alergia, quando há história clínica sugestiva.
O IgE específico pesquisa um único alérgeno, enquanto o IgE múltiplo
constitui um grupo de alérgenos pesquisados em conjunto.
VERIFICAR TABELA COM OS TESTES DISPONÍVEIS E CÓDIGOS PARA CADASTRO.


Material


Soro


Instruções


- Jejum não obrigatório.


Utilidade


Doença viral de comportamento benigno, exceto em grávidas quando infecção aguda pode levar
à Síndrome da Rubéola Congênita. Na infecção primária IgM torna-se positivo a partir de 1
a 3 dias após o início da doença, sendo detectável de 2 a 12 meses. Reações falso-
positivas para IgM podem ocorrer em pacientes com mononucleose infecciosa, infecções por
parvovírus e coxsakievírus B. A IgG torna-se positiva a partir de 3 a 4 dias após o início
dos sintomas, permanecendo reagente indefinidamente. IgG de baixa avidez está presente por
até 3 meses, sendo que a partir de então pode ser detectado IgG de alta avidez. Histórico
de sorologia positiva anterior à infecção, seguido de IgG positivo com elevação de 4 vezes
ou mais no título da segunda amostra, sugere reinfecção. Neste caso, IgM pode estar
presente, assim como gG de alta avidez. Nos casos de Rubéola congênita, cerca de 20% dos
infectados têm IgM negativo no primeiro mês de vida. IgG materna pode estar presente por
mais de 6 meses. Já a IgG avidez não tem utilidade pois pode se permanecer com baixa
avidez por até 3 anos na Rubéola congênita. Pacientes vacinados apresentam IgG positivo e
IgM negativo após 3 meses. IgG de alta avidez presente. O índice de soroconversão após a
vacina é de 95%.


Material


Soro


Instruções


- Jejum obrigatório de 8 horas.
- Intervalo entre mamadas para lactentes.


Utilidade


O número absoluto de reticulócitos é uma medida da eritropoese e, normalmente, o sangue tem 1 reticulócito para cada 100 eritrócitos. Quando há anemia ou hipoxemia ocorre aceleração da proliferação de eritroblastos com maior liberação de reticulócitos para a periferia


Material


Sangue total EDTA


Instruções


- Jejum não obrigatório


Material


Soro


Instruções


- Jejum obrigatório de 8 horas.


Material


Soro


Instruções


- Jejum obrigatório de 8 horas.


Utilidade


Utilizado para identificar o alérgeno responsável pelas manifestações alérgicas de um indivíduo.


Material


Soro


Instruções


- Jejum obrigatório de 8 horas.
- Intervalo entre mamadas para lactentes.


Utilidade


O rotavírus humano é a principal causa de diarréia em crianças. A
infecção pelo rotavírus do grupo A ocorre em todo o mundo, sendo
transmitida por via fecal-oral, com período de incubação de 1 a 2
dias. Manifesta-se com vômitos, diarréia, febre e dor abdominal
abrupta. A detecção rápida do rotavírus nas fezes permite o
diagnóstico diferencial com outras gastroenterites agudas, evitando o
uso desnecessário de antibióticos.


Material


Fezes


Instruções


- Colher preferencialmente porção com muco, pus ou sangue.
- Realizar a coleta preferencialmente durante os primeiros 3 a 5 dias
após o início dos sintomas da doença.


Utilidade


Os anti-SSA/Ro são anticorpos contra o antígeno Ro, que é uma
proteína citoplasmática ligada ao RNA, cuja função é desconhecida.
Esta presente em cerca de 90% dos pacientes com Síndrome de Sjogren
primaria (SS), e 15% dos casos de SS associado à AR. No Lúpus
eritematoso sistêmico (LES) é detectado em 40% dos casos, onde marca
as seguintes formas clínicas: lúpus eritematoso neonatal; lúpus
eritematoso subcutâneo; deficiência homozigótica de C2 e C4; LES com FAN
falso negativo (o antígeno SSA/Ro pode ser lavado durante a fixação
celular levando a resultados negativos na imunofluorescência); LES com
pneumonite intersticial. Pode estar presente em ate 15% da população
normal.


Material


Soro


Instruções


Jejum Obrigatório de 8 horas


Utilidade




Material


Sangue total EDTA


Utilidade


Usado para diagnosticar uma infecção ativa ou para determinar se uma pessoa teve uma infecção anterior.


Material


Soro


Instruções


- Jejum obrigatório de 8 horas.
- Intervalo entre mamadas para lactentes.


Utilidade


O cortisol é formado na glândula adrenal pela ação enzimática da 11
beta hidroxilase sobre o 11-desoxicortisol. Quando há uma deficiência
dessa enzima, há um aumento na secreção do ACTH. Os níveis de 11-
desoxicortisol aumentam, podendo produzir hipertensão e secreção
aumentada de andrógenos (virilização vista na hiperplasia adrenal
congênita). Essa anormalidade representa cerca de 5% dos casos de
hiperplasia adrenal congênita. Elevações acentuadas de 21-
desoxicortisol (como ocorre nos casos de deficiência da 21-
hidroxilase) podem aumentar os níveis aparentes do composto S. tos.


Material


SORO


Instruções


Jejum obrigatório de 4 horas ou conforme orientação médica.


1 |  2 |  3 |  4 |  5 |  6 |  7 |  8 |  9 |  10 |  11 |  12 |  13 |  14 |  15 |  16 |  17 |  14 Páginas de 17
VOLTAR